João Mathias é condenado a 37 anos de prisão por duplo homicídio em Botucatu

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

(Foto: Rômulo D’ Avila/TV TEM)

Em um julgamento que durou mais de 12 horas, no Fórum de Botucatu, o júri definiu a pena do ex-empresário João Alberto Mathias em 37 anos.

O Tribunal do Júri foi presidido pelo juiz Henrique Alves Corrêa Iatarola. Sete populares foram sorteados para compor o Conselho de Sentença. Segundo os autos, Mathias, de 64 anos, foi denunciado pelo Ministério Público (MP) por duplo homicídio qualificado, por motivo torpe e com emprego de recurso que dificultou a defesa das vítimas, resistência e porte ilegal de arma de fogo.

O agora condenado João Mathias assassinou a tiros, em dezembro de 2014, a ex-namorada Sueli Aparecida Pereira, de 38 anos, e o companheiro dela, Ademir Matias, 29 anos, durante uma festa religiosa realizada no bairro Guarantã, na zona rural de Botucatu.

Após proferida a sentença, a defesa de João Mathias revelou que deverá recorrer.

O ex-empresário está preso no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Cerqueira Cesar. Ele já tem passagens por contrabando e descaminho.

Leia Notícias – com JCNet

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes