Homem morre após ser picado por jararaca no interior de SP

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Um homem de 58 anos morreu na tarde desta segunda-feira (17) após ser picado por uma jararaca, espécie de cobra peçonhenta, na zona rural de Sabino (SP).

De acordo com informações do Centro de Saúde da cidade, Januário Rodrigues de Souza foi levado para a unidade, passou por atendimento e, em seguida, precisou ser transferido para a Santa Casa de Lins por conta da gravidade dos ferimentos.

Durante o caminho, ele não resistiu e acabou morrendo. O corpo de Januário está sendo velado em Lins e o enterro será realizado às 16h.

De acordo com o biólogo e professor de uma universidade de Bauru, Dorival Coral, existe um soro específico para a picada da jararaca. No entanto, o soro geral, conhecido como antiofídico, pode ser administrado caso a vítima não saiba a espécie do animal.

“Os dois possuem a mesma eficácia. Se tiver o específico, ótimo. Se não, o geral também irá combater o efeito do veneno com a mesma eficácia”, explica.

Segundo o biólogo, o tempo de espera até a administração do soro é de até quatro horas. O especialista reforça que isso é uma média e que depende da gravidade do ferimento.

“Tudo depende da quantidade de veneno que o animal injetou no organismo da pessoa. Se for muito grande, o atendimento precisa ser feito o mais rápido possível”, diz.

Homem chegou a ser transferido para a Santa Casa de Lins, mas não resistiu aos ferimentos (Fotos: Reprodução)

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes