Conversas mostram golpista pedindo dinheiro após invadir celular e se passar por amigo da vítima, em Boituva

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Conversas de celular que mostram um estelionatário pedindo dinheiro em um golpe aplicado com a ajuda de mensagens no WhatsApp. Segundo a Polícia Civil, quatro boletins de ocorrência sobre o caso foram registrados em Boituva (SP).

Na conversa, o golpista diz que precisa fazer uma transferência bancária, mas o limite diário de valor excedeu. Em seguida, ele pergunta se a vítima pode realizar o procedimento e afirma que transfere a quantia no dia seguinte.

Ainda segundo a polícia, o golpe é aplicado quando a vítima recebe uma mensagem no WhatsApp ou SMS com um link. Ao clicar no endereço, o celular trava e os criminosos têm acesso à lista de contatos da pessoa.

Em seguida, mensagens são enviadas para os contatos do telefone. Os criminosos se passam por um dos amigos da vítima e, através da conversa, finge precisar de ajuda para fazer um depósito ou transferência de dinheiro em conta bancária.

“Um funcionário aqui da empresa me perguntou se eu estava pedindo dinheiro, eu falei que não e ele mostrou uma mensagem que eu tinha mandado no WhatsApp pedindo o dinheiro. O bandido falava que a gente precisava fazer uma transferência de R$ 1,5 mil. Mostrei meu WhatsApp para este funcionário, ele viu que o meu estava travado e a gente percebeu que se tratava de uma clonagem”, diz uma das vítimas.

Um dos moradores de Boituva chegou a perder R$ 5 mil no golpe e outro R$ 700. Uma terceira vítima descobriu o golpe quando encontrou o amigo e perguntou se ele realmente precisava de dinheiro, de acordo com a Polícia Civil, que faz o alerta para se comunicar com áudio caso receba este tipo de mensagem para confirmar a veracidade da ocorrência.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes