Botucatu: Cerca de 200 pessoas participam de protesto contra morte de cachorra

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

(foto: JH Martins / Facebook)

 

Cerca de 200 pessoas participaram, na noite desta terça-feira, 21, de um protesto contra a tutora de uma cachorra que morreu no último domingo, 19, após ficar horas amarrada, sob um forte sol, sem água e comida, na Rua Palmiro Biazon, Vila Padovan, em Botucatu.

A passeata pacífica teve um percurso de quatro quarteirões até a frente da casa da mulher, que é funcionária pública. Os manifestantes foram com cartazes exigindo justiça, velas, e com seus cachorros.

A Polícia Militar acompanhou o manifesto, mas não houve nenhuma confusão.

(Fotos: Juliana Guimarães)

Leia Mais: Amarrada em quintal, sem água e comida, cachorra morre na Vila Padovan

Leia Mais: Botucatu: Tutora de cão morto em quintal pede respeito ao seu luto e nega maus tratos

 

Leia Notícias

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes