Bombeiros usam rapel e resgatam cavalo em penhasco de mais de 20 metros em Garça

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O Corpo de Bombeiros de Garça (SP) precisou trabalhar durante cerca de seis horas nesta terça-feira (2) no resgate de um cavalo que caiu em um penhasco de 25 metros de profundidade localizado próximo a um sítio no bairro rural de Itiratupã.

De acordo com a corporação, o animal estava desaparecido desde domingo e foi localizado apenas nesta terça-feira. Para chegar ao fundo do penhasco, um local de difícil acesso, os bombeiros precisaram utilizar técnicas de rapel.

Cavalo não apresentava sinais aparente de ferimentos: queda pode ter sido amortecida por galhos e cipós — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Cavalo não apresentava sinais aparente de ferimentos: queda pode ter sido amortecida por galhos e cipós (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Segundo os bombeiros, durante as seis horas de trabalho para o resgate do animal, houve momentos de tensão, pois o cavalo estava arisco e na beirada de um precipício ainda maior.

O animal foi puxado por cordas e aparentemente não apresentava ferimentos. Os bombeiros informaram que provavelmente a queda foi amortecida por galhos e cipós existentes na encosta do local. O cavalo foi devolvido ao seu proprietário.

Bombeiros precisaram acalmar o cavalo que ficou estressado durante os trabalhos de resgate — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Bombeiros precisaram acalmar o cavalo que ficou estressado durante os trabalhos de resgate (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Depois de um trabalho de seis horas para o resgate, cavalo foi devolvido ao seu dono — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Depois de um trabalho de seis horas para o resgate, cavalo foi devolvido ao seu dono (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes