Avião que caiu em Tietê e matou duas pessoas estava com documento irregular desde 2017

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

avião bimotor que caiu após decolagem em uma área rural de Tietê (SP) estava com a documentação irregular desde 2017. A informação foi confirmada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O piloto, de 52 anos, e o passageiro morreram carbonizados.

De acordo com o boletim de ocorrência, equipes foram informadas de que uma aeronave bimotor para cinco lugares, que havia decolado do aeródromo de Tietê às 10h40, havia caído logo após a decolagem em uma área rural no Jardim Baronesa, na Fazenda Palmeiras.

Com a queda, o piloto Celso Bernardo dos Reis e o passageiro João Robson da Lima Costa não resistiram aos ferimentos e morreram no local. Os corpos das vítimas foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Sorocaba. Os dois homens moravam na capital.

Ainda conforme o boletim, as vítimas foram buscar a aeronave de prefixo PTVEO, fabricação 1987, para retornar ao município de Penápolis. A queda ocorreu logo após a decolagem.

Piloto Celso Bernardo dos Reis e passageiro João Robson da Lima Costa morreram em queda de bimotor em Tietê (SP) — Foto: Reprodução/Facebook
Piloto Celso Bernardo dos Reis e passageiro João Robson da Lima Costa morreram em queda de bimotor em Tietê (SP) (Foto: Reprodução/Facebook)

Peritos do Instituto de Criminalística e uma equipe do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa) estiveram no local para analisar o que pode ter causado o acidente.

A Anac informou que a aeronave estava com a documentação irregular desde 2017. Segundo o órgão, os donos do bimotor não fizeram a inspeção anual de manutenção.

Ainda de acordo com a Anac, em 2012 a mesma aeronave se envolveu em um acidente, em Campinas, causado por um pouso forçado por conta de condições climáticas. Na época, ninguém ficou ferido.

A agência disse ainda que o plano de voo, que indica se a aeronave poderia ou não voar, é liberado pela Aeronáutica.

Causas de queda de avião bimotor em Tietê (SP) serão investigadas pelo Cenipa — Foto: Reprodução/TV TEM
Causas de queda de avião bimotor em Tietê (SP) serão investigadas pelo Cenipa (Fotos: Reprodução/TV TEM)

Em nota, a Aeronáutica afirmou que vai ajudar o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) nas investigações.

O Cenipa informou também que vai investigar as causas do acidente e que o tempo para conclusão das investigações terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade do caso.

A reportagem tentou contato com os donos da aeronave, mas não teve retorno.

Fumaça após queda de aeronave em Tietê (SP) assustou moradores — Foto: Arquivo Pessoal
Fumaça após queda de aeronave em Tietê (SP) assustou moradores (Foto: Arquivo Pessoal)

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes