Agência bancária é fechada após denúncia de assédio moral, em Cerquilho

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Agência bancária foi fechada pelo sindicato dos bancários (Foto: Divulgação)

Denúncias sobre possível assédio moral por parte do gerente de uma agência bancária em Cerquilho (SP), fizeram com que a agência fosse fechada nesta quinta-feira (25) pelo Sindicato dos Bancários. Faixas e cartazes foram colocados na agência e as atividades dos funcionários foram paralisadas.

De acordo com o sindicato, os funcionários relataram assédio moral constante por parte do gerente da agência do Santander, que fica na rua Doutor Soares Hungria, no Centro. “Desde novembro estamos recebendo  denúncias de funcionários que estão tomando medicamentos fortes e que estão com síndrome do pânico. Então, decidimos fechar a agência até que seja feito algo, pois não podemos aceitar caso de abuso moral nas agências”, afirma a assessora de imprensa do sindicato Mariana Valadares.

Em nota, o Banco Santander informou que respeita a manifestação do sindicato e ressalta que trabalha continuamente na melhoria do seu atendimento, processos e ofertas aos clientes.

Segundo uma funcionária do banco, que prefere não ser identificada, o gerente ameaçava transferir todas as mulheres para  agências de cidades afastadas, que iria substituí-las por homens e fazia pressão para encerrar o trabalho o quanto antes.

“Desde que ele entrou, dois funcionários foram afastados, três mandados embora e um pediu a conta porque não aguentava mais. Os funcionários mais antigos estão com problemas psicológicos”, afirma.

Os funcionários e sindicalistas realizaram um protesto pelo local durante o período da manhã, que seguiu pacífico. Ainda segundo o sindicato, a agência só será liberada após uma resposta sobre as denúncias contra o gerente.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes