Acidente entre carro e ônibus mata criança de 4 anos em Bauru

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Devido ao impacto da batida, o menino que estava no banco traseiro não resistiu e morreu (Foto: Thiago Vendrami/JCNet)

Um menino de quatro anos morreu após o carro em que estava colidir em um ônibus coletivo na noite desta sexta-feira (8), no Parque Jaraguá, em Bauru (SP). A criança chegou a ser socorrida para o Pronto-Socorro Infantil, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.

De acordo com o registro policial, o acidente aconteceu por volta das 23h. O pai da criança dirigia o carro pela rua Circo de Souza dos Santos quando, no cruzamento com a rua Juvenal Bastos, não teria respeitado o sinal de parada obrigatória e colidiu na lateral de um ônibus coletivo, segundo informações do boletim de ocorrência.

Devido ao impacto da batida, o menino que estava no banco traseiro ficou gravemente ferido e foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Pronto-Socorro Infantil. Contudo, ele não resistiu e morreu.

No veículo também estavam a mãe da criança e os irmãos, de 2 e 5 anos, que não ficaram feridos. O motorista do ônibus e os passageiros também não sofreram ferimentos.

Uma equipe policial foi até o local e constatou que o pai da criança não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o carro estava com o licenciamento vencido. Segundo o registro policial, ao ser indagado, ele alegou que teve um problema no acelerador do veículo e, ao tentar frear, ele não teria conseguido e acabou invadindo a preferencial.  Em seguida, ele admitiu que teria ingerido bebida alcoólica após o acidente para ‘relaxar’.

Ainda segundo a polícia, o motorista foi encaminhado para a delegacia, onde foi autuado por homicídio culposo na direção de veículo automotor, lesão corporal culposa e por dirigir sem permissão ou habilitação. O carro foi apreendido.

O motorista não teria respeitado o sinal de parada obrigatória  (Foto: Reprodução/TV TEM)
O motorista não teria respeitado o sinal de parada obrigatória (Foto: Reprodução/TV TEM)

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes