Região onde fica a embaixada dos EUA em Bagdá é atingida por três mísseis

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Pelo menos três mísseis atingiram a Zona Verde de Bagdá, uma região da capital do Iraque onde ficam edifícios em que funcionam órgãos de outros países, especialmente dos Estados Unidos, neste domingo (20).

Segundo fontes de segurança do Iraque, o alvo era a embaixada dos EUA no país.

Os militares iraquianos disseram que os responsáveis foram um “grupo fora da lei”, e que os mísseis são do tipo Katyusha, uma arma de fabricação russa, comum no Oriente Médio, e que é disparada de um veículo.

Os mísseis atingiram um complexo residencial dentro da Zona Verde e danificaram edifícios e carros, mas não há vítimas, de acordo com um comunicado militar.

A embaixada dos EUA no Iraque pediu ações políticas do governo e dos líderes para evitar ataques como esse e a responsabilização dos autores.

Sistema de prevenção desviou um míssil

Sirenes soaram no complexo da embaixada dentro da zona, que abriga prédios do governo e missões estrangeiras.

Um sistema de proteção desviou um dos mísseis, disse um oficial de segurança cujo escritório fica dentro da Zona Verde.

Autoridades norte-americanas culpam milícias apoiadas pelo Irã por ataques regulares com mísseis contra instalações dos EUA no Iraque, incluindo perto da embaixada em Bagdá. Nenhum grupo apoiado pelo Irã assumiu a responsabilidade de imediato.

Os Estados Unidos, que estão retirando gradualmente seus 5.000 soldados do Iraque, ameaçaram fechar sua embaixada a menos que o governo iraquiano controle as milícias iranianas.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes