Recuperação da SP-147 em Bofete avança graças a trabalho de interlocução do deputado Fernando Cury junto ao Estado

Vice-governador Rodrigo Garcia esteve na cidade para assinar o autorizo e anunciar a licitação da obra, processo que acontecerá em fevereiro

Na manhã desta sexta-feira, 21 de janeiro, o vice-governador do estado de São Paulo, Rodrigo Garcia, esteve na cidade de Bofete para assinar o autorizo e anunciar a licitação da obra de recuperação da SP 147 – Rodovia Lázaro Cordeiro de Campos, uma luta do deputado Fernando Cury desde o início de 2018.

O projeto da obra ficou orçado em R$ 184 milhões, que serão investidos em 30,2 quilômetros de asfalto no trecho que liga as rodovias Marechal Rondon e Presidente Castello Branco, passando pelo trevo de entrada da cidade de Bofete.
Há tempos que a SP-147 necessita de recapeamento e essa recuperação foi um compromisso assumido por Fernando Cury desde o início de seu mandato como deputado estadual, em 2015.

Após um longo trabalho de interlocução junto ao Governo de SP, o parlamentar conseguiu, em abril de 2018, que o então governador Geraldo Alckmin autorizasse a obra, mas o recurso não foi liberado.

Cury continuou trabalhando para conquistar esse pleito e, depois de toda a gestão necessária junto a diferentes secretarias do Governo do Estado, aos poucos, foi se cumprindo etapa por etapa. No ano de 2020 saiu o edital do projeto com a empresa vencedora, a PlanServ.

Em novembro de 2021, o deputado uniu forças com uma comitiva de lideranças da cidade e discutiu detalhes da recuperação da SP-147 com o secretário-chefe da Casa Civil, Cauê Macris. Foi um encontro que juntou políticos de “situação” e “oposição” em prol de uma única causa.

De acordo com o anúncio do vice-governador Rodrigo Garcia desta sexta-feira, o processo de licitação que vai definir a empresa responsável pela execução da obra na rodovia será em fevereiro.

“A concretização desse sonho é a prova de que a nossa luta pela segurança e tranquilidade de todos que trafegam pela SP-147 valeu a pena”, afirma o deputado Fernando Cury.