Rebeca Andrade dá show nos saltos e leva o primeiro ouro da história da ginástica artística feminina do Brasil em olimpíadas

Dois dias após fazer história e conquistar a prata no individual geral na ginástica artística, Rebeca Andrade voltou a dar show em Tóquio 2020. Neste domingo, a jovem nascida em Guarulhos, na Grande São Paulo, brilhou na apresentação de saltos e garantiu a medalha de ouro, a segunda do Brasil nos Jogos Olímpicos. Foi a primeira medalha de ouro da história da ginástica artística feminina do Brasil em olimpíadas.

A brasileira foi a terceira a saltar. E mesmo tendo pisado fora na primeira tentativa, conseguiu uma bela nota: 15.166.Na segunda, ela também foi muito bem e tirou 15.000. Na média, ela teve 15.083, assumindo a primeira colocação.

Logo depois dela, quem saltou foi Jade Carey, considerada uma das favoritas. E ela errou, ficando com apenas 12.416 de média.

A coreana Seojeong Yeo surpreendeu ao acertar um belíssimo primeiro salto, recebendo 15.333, a maior nota da competição até então. Na segunda tentativa, porém, ela não foi bem: 14.133, permanecendo atrás da brasileira.

As outras atletas fizeram suas apresentações, mas ninguém atingiu a nota de Rebeca, medalha de ouro nos Jogos Olímpicos.

A prata ficou com a note-americana Mykayla Skinner e o bronze com a coreana Seojong Yeo.

Fonte: R7

Scroll Up