Raí é eleito o maior jogador da história do PSG; time ideal tem cinco brasileiros

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O maior jogador da história do PSG é um brasileiro. Não, não é Neymar. Nem Thiago Silva. Muito menos Ronaldinho. É Raí. Em votação promovida pelo clube como parte das comemorações de seus 50 anos, o ex-meia e atual diretor executivo do São Paulo foi eleito o principal atleta da equipe de todos os tempos até o momento.

Ronaldinho ficou na terceira posição, e Neymar foi o sexto. O segundo mais votado foi o ex-meia bósnio Safet Susic. A eleição contou com 2,5 mil votantes, dos quais 30% foram ex-jogadores, técnicos e dirigentes, 30% foram jornalistas e 40% foram sócios. Raí foi o primeiro em todos os grupos.

“Sinto um imenso orgulho. Estou muito honrado com essa gratidão que as pessoas manifestaram comigo. Não acredito necessariamente em destino, mas acredito em energias que atraem. Estava escrito que eu compartilharia essa história com o Paris”, comentou Raí, à revista especial de 50 anos do clube.

Raí em ação pelo PSG, onde jogou entre 1993 e 1998 — Foto: Christian Liewig/Getty Images
Raí em ação pelo PSG, onde jogou entre 1993 e 1998 (Foto: Divulgação)

Raí jogou no PSG entre 1993 e 1998. Fez 71 gols em 204 jogos e conquistou seis títulos, entre eles um Campeonato Francês e duas edições da Copa da França. Ele também fez parte da equipe que chegou à semifinal da Liga dos Campeões em 1995.

Ibrahimovic ficou na quarta posição da eleição e foi o primeiro representante da era recente do clube, desde que foi adquirido pelo Catar. Maior artilheiro da história do PSG, com 200 gols, Cavani foi o nono, e Mbappé ficou na 10ª posição.

Carlo Ancelotti foi escolhido o maior técnico, com Lauren Blanc na segunda posição. A eleição foi finalizada antes da final da Liga dos Campeões contra o Bayern de Munique. O PSG completou 50 anos no último dia 12 de agosto.

O time ideal do PSG contou com cinco brasileiros, mas Neymar não está entre eles. Veja:

  • Goleiro: Bernard Lama
  • Zagueiros: Thiago Silva, Ricardo Gomes e Marquinhos
  • Meio-campistas: Raí, Verratti, Luis Fernández e Susic
  • Atacantes: Ibrahimovic, Pauleta e Ronaldinho

O gol de Pauleta, em 2004, num clássico contra o Olympique de Marselha, foi eleito o mais bonito da história do clube (veja abaixo):

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes