Rafael Navarro é apresentado pelo Palmeiras

Rafael Navarro foi apresentado nesta sexta-feira pelo Palmeiras e recebeu das mãos do vice-presidente Paulo Buosi a camisa 29, antes usada por Willian, hoje no Fluminense.

O centroavante de 21 anos chega depois de se destacar na Série B pelo Botafogo, mas a torcida ainda cobra a chegada de um jogador de mais peso para a posição.

– Isto me motiva a trabalhar mais forte para corresponder à altura e corresponder à confiança da diretoria, que me deu esta oportunidade – respondeu.

– Estou pronto, mas não vai depender de mim. Depende do professor, ele sabe o melhor para o time. Encaro com muita responsabilidade este momento, estou pronto para este desafio – reforçou.

Rafael Navarro é apresentado no Palmeiras — Foto: Cesar Greco
Rafael Navarro é apresentado no Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras)

Com 15 gols e nove assistências, Navarro foi o atleta com mais participações diretas para gols na última Série B. Ele diz ser um centroavante que gosta de se movimentar e não ficar apenas preso na área.

– Posso ajudar não só com gols, mas com assistências também. Sou um centroavante que gosta de sair, de me movimentar, e abro espaço para os meus companheiros – explicou.

– A adaptação está sendo muito boa, estou pegando o estilo tático do professor Abel. Eu abro espaço, gosto de sair para os companheiros flutuarem nas minhas costas, mas estou sempre na área para fazer gols também – completou.

Rafael Navarro é apresentado no Palmeiras — Foto: Cesar Greco
Rafael Navarro é apresentado no Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras)

A partir do segundo semestre, existe a expectativa de que o Verdão use no profissional o jovem Endrick, hoje com 15 anos. Artilheiro alviverde na Copinha com cinco gols, o jovem chama a atenção até de Navarro, que espera tê-lo como companheiro em breve.

– Ele é um garoto com muita qualidade técnica, se chegar vai ser muito bem recebido e espero ajudá-lo. Estou muito feliz por ver a adaptação dele na Copinha. Espero poder ajudá-lo aqui.

Fonte: G1