15 de junho, 2024

Últimas:

Quase 2 mil anos após a erupção do Vesúvio, corpos de duas novas vítimas são encontrados na Pompéia

Anúncios

Dois esqueletos foram encontrados nas ruínas de Pompéia, a antiga cidade romana destruída por uma erupção do vulcão Vesúvio há quase 2.000 anos, informou o Ministério da Cultura da Itália nesta terça-feira (16).

Os esqueletos foram recuperados de um prédio conhecido como “Casa dos Pintores no Trabalho” e provavelmente são de dois homens na faixa dos 50 anos que morreram em um terremoto que acompanhou a erupção, disse um comunicado do ministério.

Anúncios

Paleontólogos encontram novas vítimas da erupção do Monte Vesúvio (Foto: Reprodução)

O diretor do Parque Arqueológico de Pompéia, Gabriel Zuchtriegel, disse que eles foram mortos não por cinzas vulcânicas, mas por edifícios em colapso, observando que fragmentos de paredes foram encontrados entre seus ossos fraturados.

Pompéia, 23 km a sudeste de Nápoles, abrigava cerca de 13.000 pessoas quando foi enterrada sob cinzas, pedras-pomes e poeira, enquanto suportou a força de uma erupção no ano 79 dC equivalente a muitas bombas atômicas.

Anúncios

O Ministério da Cultura disse que “pelo menos 15-20% da população” foi morta. Nos últimos dois séculos e meio, os arqueólogos recuperaram os restos mortais de mais de 1.300 vítimas.

Cidade de Pompeia é vista em primeiro plano com o Monte Vesúvio atrás (Foto: Reprodução)

O ministro da Cultura italiano, Gennaro Sangiuliano, disse que os esforços de conservação e pesquisa arqueológica continuarão.

“A descoberta desses dois esqueletos nos mostra que ainda precisamos estudar muito, fazer mais escavações para trazer à tona tudo o que ainda está (escondido) nesse imenso tesouro”, afirmou.

Fonte: Agências

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios Na manhã desta sexta-feira, 14, a Polícia Civil realizou uma operação policial no Condomínio Cachoeirinha 2, em uma ação...

Categorias