25 fevereiro, 2024

Últimas:

Qual a importância da coleta de dados para a o combate da pandemia

Um dos momentos mais importantes no desenvolvimento de uma pesquisa, um projeto científico ou até um TCC ou tese de pós-graduação é a coleta de dados e a aplicação de modelos estatísticos nos dados coletados, visando compreender padrões acerca deles.

Por exemplo, a coleta de dados para TCC é geralmente acompanhada de pesquisadores mais experientes, como o orientador do projeto ou co-orientadores, pesquisadores do mestrado, do doutorado ou até mesmo do pós-doutorado.

Isso ocorre pois a coleta de dados é um momento extremamente importante, requerendo que técnicas práticas específicas sejam adotadas dependendo do tipo de estudo realizado e que modelos estatísticos sejam escolhidos de maneira adequada para sua interpretação.

No entanto, em nível de graduação e em projetos de pesquisa teóricos, a coleta de dados e sua análise ainda é muito básica e rudimentar.

Conforme o nível de pesquisa vai aumentando e sua relevância para sua sociedade também, um refinamento maior dos dados é necessário, como por exemplo nas seguintes linhas de pesquisa:

  • Controle de qualidade de novos remédios
  • Processo de desenvolvimento de vacinas
  • Qualidade da água
  • Nível de toxicidade de produtos de limpeza

Como todos os objetos de pesquisa citados acima são extremamente sensíveis à pequenas variações, é importantíssimo que a coleta e a análise dos dados nesses casos seja extremamente rigorosa.

Notando agora a importância de uma coleta de dados e de uma análise de dados adequada, hoje iremos ver como a análise de dados foi derradeira ao longo destes quase dois anos de pandemia.

O início da pandemia: previsões e recomendações sanitárias

O início da pandemia foi um momento de muito medo e incerteza, pois o comportamento do vírus em questão era imprevisível e muitos dados sobre o Sars-CoV 2 eram desconhecidos. 

Ou seja, a maior parte da comunidade científica não tinha ideia do surgimento do vírus, como ele passou a infectar humanos e características como transmissão, virulência e resistência deste vírus à atuação de medicamentos.

Portanto, a coleta destes dados foi importantíssima para traçar estratégias de combate ao coronavírus. Como são diversos parâmetros, diferentes técnicas de coleta de dados foram empregadas em cada uma das situações.

Por exemplo, no desenvolvimento de medicamentos e vacinas contra o coronavírus, pesquisas foram realizadas a fim de testar a atuação destes insumos,  a fim de detectar se poderiam ser nocivos para a saúde humana.

Diversos testes rigorosos de qualidade foram realizados a fim de levantar dados que pudessem respaldar a adesão de determinado tratamento, medicamento ou vacina.

Já na questão de transmissão e sintomas, foram coletados dados na literatura médica e biológica e também analisando casos e estudando pacientes já infectados.

Entendendo e analisando estes dados, organizações como a OMS e a comunidade científica puderam traçar medidas de contenção ao avanço da pandemia, como:

  1. Uso de máscaras
  2. Higienização pessoal
  3. Uso de álcool em gel
  4. Distanciamento social
  5. Lockdown

Todas estas medidas só foram possíveis a partir do entendimento sobre o comportamento do vírus, em questão de transmissão, resistência e gravidade dos casos.

As campanhas de vacinação e o retorno à normalidade

Outro momento da pandemia onde a análise rigorosa de dados foi importantíssima, foi nos últimos meses, onde o avanço das campanhas de vacinação ao redor do mundo garantem, aos poucos, o retorno das atividades realizadas antes da pandemia.

A importância da coleta de dados pode ser vista nos estudos que permitiram o desenvolvimento de vacinas. Como saber se são seguras? Se possuirão efeitos colaterais significativos? Ou até a quantidade de doses necessárias?

Todas estas perguntas foram respondidas mediante pesquisas estatísticas, coletas e análise de dados.

Por exemplo, a porcentagem de casos de reações graves à vacina, ou o número de doses necessárias para a imunização completa nos períodos de testes.

Hoje, só há uma campanha em massa para a adesão da dose extra da vacina, pois dados estatísticos apontaram sua necessidade. Então é possível notar a clara importância de uma coleta de dados rigorosa para o sucesso no combate à pandemia de coronavírus.

Prognóstico para o futuro e efeitos colaterais da pandemia

Além das análises estatísticas terem sido extremamente importantes nos quesitos técnicos do combate à pandemia, como no desenvolvimento de vacinas, como vimos anteriormente, outros parâmetros também foram avaliados de acordo com o uso da estatística, como:

  1. Impacto econômico 
  2. Informalidade
  3. Desemprego
  4. Desigualdade
  5. Efeitos do ensino remoto
  6. Transtornos mentais 

Estas outras medidas citadas acima também expuseram outros impactos causados pela pandemia, que foram especialmente severos nas camadas mais vulneráveis da população.

Logo, medidas como o desenvolvimento do Auxílio Emergencial, no ano passado, só foram possíveis através de análises estatísticas relativas ao quadro de desemprego, às taxas de profissionais informais e também à recessão econômica vivida neste período.

Últimas

Empresário de Botucatu, Marcelo Nunes discute melhorias no Setor de Transporte com Ministro dos Transportes em Brasília

24/02/2024

O empresário de Botucatu, Marcelo Nunes, presidente da Associação Brasileira dos Fretadores Colaborativos (Abrafrec), teve uma...

Categorias