Psicóloga encontrada morta no porta-malas de carro dentro da própria casa em MG é enterrada em Bauru

O enterro da psicóloga Marilda Matias Ferreira dos Santos, de 37 anos, encontrada morta pelo marido dentro do próprio carro na residência onde morava em Pouso Alegre (MG), foi realizado em Bauru (SP), cidade natal dela, na tarde desta segunda-feira (23).

A família da psicóloga mora na cidade. De acordo com a funerária que realizou o velório, o corpo da vítima chegou na noite de domingo à Bauru (22) e foi velado até às 14h de segunda-feira no local.

O Cemitério Jardim do Ipê informou que Marilda foi velada pela família às 14h30. Diante das circunstâncias da morte da vítima, um inquérito foi aberto pela Polícia Civil para investigar o caso.

Segundo a polícia de Minas Gerais, o corpo de Marilda foi encontrado na manhã de domingo (22) pelo marido de 62 anos. A vítima estava com os pés e mãos amarrados e não apresentava sinais de violência.

Ainda segundo os policiais, a casa não tinha sinais de arrombamento e o marido alegou que a psicóloga havia dito que iria pedalar na tarde do último sábado (21), mas não retornou.

Casa onde corpo da psicóloga foi encontrado dentro do carro em Pouso Alegre (MG) não tinha sinais de arrombamento (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)

Ele disse ainda que estava trabalhando em uma fazenda quando recebeu a mensagem da esposa e por volta das 16h, ele retornou para casa onde moravam, mas ela não estava.

Segundo o veterinário disse à polícia, após algumas horas, ele foi à delegacia e ao hospital. Sem notícias do paradeiro dela, resolveu procurar no carro onde encontrou o corpo da esposa e acionou a polícia.

Após ser ouvido, o homem foi liberado pela polícia e o celular dele ficou apreendido. A polícia também colheu depoimentos de amigos da psicóloga.

Fonte: G1

Scroll Up