22 de junho, 2024

Últimas:

Professor e alunos ficam feridos durante briga generalizada em escola estadual no interior de SP

Anúncios

Um professor precisou levar onze pontos no supercílio após ser agredido durante uma briga generalizada que ele tentava apaziguar na escola estadual Ernesto Monte, em Bauru (SP), na última sexta-feira (3).

Além do docente, dois alunos sofreram ferimentos. Eles precisaram ser internados, mas já receberam alta.

Anúncios

Segundo funcionários da escola, a briga envolveu diversos estudantes e professores que tentaram apartar a situação. A confusão começou no pátio da unidade, após uma discussão iniciada durante uma partida de futebol.

A proporção foi tão grande que a pancadaria chegou a se estender para fora da escola. Na calçada da unidade, parentes de alunos também entraram na briga. O professor Matheus Versati, que sofreu o corte no supercílio, foi agredido pelo pai de um estudante.

Anúncios

Professor foi agredido com socos pelo pai de um dos alunos em Bauru (Foto: TV TEM/ Reprodução)

Professor foi agredido com socos pelo pai de um dos alunos em Bauru — Foto: TV TEM/ Reprodução

Professores da escola alegam que há falta de docentes e desordem na grade escolar.

“Não é um caso raro, infelizmente, na educação. Precisamos de estrutura nas escolas, de inspetores nos corredores, de professores concursados, de projetos para incluir esses alunos, para integrar eles”, disse Matheus em entrevista à TV TEM.

Brigas não são novidade na EE Ernesto Monte, localizada no Altos da Cidade. Em 2017, a unidade chegou a registrar sete casos de violência, de acordo com levantamento da Vara da Infância.

“Precisamos que a sociedade dê atenção para a educação e leve ela a sério. Porque se a sociedade e o estado não levam a educação a sério, eles [os alunos] não vão levar a gente a sério”, diz o professor.

Em nota, a Secretaria da Educação do Estado (Seduc-SP) disse que não há problemas de atribuição ou falta de professores na unidade. Afirmou ainda que todas as providências necessárias para a proteção dos alunos envolvidos foram tomadas, e que o caso será encaminhado ao Ministério Público.

Um boletim de ocorrência foi registrado. A Polícia Civil investiga o caso.

Fonte: G1

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios Levantamento divulgado nesta semana pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em conjunto com o Fórum Brasileiro de Segurança...

Categorias