13 de junho, 2024

Últimas:

Procurado por assassinato, com mais de 40 antecedentes, é preso em Botucatu

Anúncios

Policiais Civis da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Americana prenderam um homem de 49 anos, na Cidade de Botucatu, na última segunda-feira, 13. Ele foi apontado como o responsável pelas facadas que mataram o comerciante Carlos Alberto de Abreu, de 69 anos, na região da Praia Azul, em Americana. O crime ocorreu em 11 de março de 2017 e o autor foi localizado em Botucatu, onde vivia com a esposa da vítima.

O delegado da DIG de Americana, Lúcio Antonio Petrocelli, explicou que o crime teve motivação passional, pois o suspeito matou a vítima por ciúmes, já que o comerciante estaria morando com a ex-mulher dele. “Fizemos algumas diligências e passamos a monitorar o investigado. Descobrimos que ele (Costa) já tinha reatado seu envolvimento com a ex”, relata.

Anúncios

Petrocelli diz ainda que a identificação do suspeito foi possível a partir da prisão de outro envolvido no assassinato, em dezembro de 2022, durante a “Operação Blue”, realizada no Parque Dom Pedro II, em Americana, que era conhecido da vítima e no dia do crime a atraiu para uma emboscada.

O delegado relata que na época do crime a polícia trabalhava com hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte), mas depois comprovou que na verdade houve mesmo o homicídio do comerciante.

Anúncios

“No dia do crime, a mulher também estava no local. Ela quem teria gritado por socorro e tentou salvar o comerciante. No entanto, ela também está sendo investigada”, antecipou.

De acordo com a Polícia Civil, o homem tem mais de 40 antecedentes criminais por violência doméstica, lesão corporal, receptação, porte de arma, furto, roubo, tráfico de drogas, estelionato e incêndio. “Ele ficou muitos anos preso e a sua mulher passou a se relacionar com o comerciante”, destaca.

“Quando ele saiu da cadeia descobriu que ela se relacionava com o comerciante e inclusive tinha uma filha com ele”, completa. O homem foi preso em Botucatu.

Fonte: Liberal

Talvez te interesse

Últimas

Cada vez mais sofisticados, phishing, malware e deepfakes conseguem burlar facilmente sistemas de defesa convencionais...

Categorias