Presidente do Chade morre em campo de batalha, diz porta-voz do exército

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O presidente do Chade, Idriss Déby Itno, morreu aos 68 anos nesta terça-feira (20) “defendendo a integridade territorial em campo de batalha” no enfrentamento a rebeldes, informou em uma transmissão na TV o porta-voz do exército do país africano, o general Azem Bermandoa Agouna.

Não foram esclarecidas as circunstâncias da morte do presidente e nem o que ele fazia exatamente na operação militar de combate a rebeldes. Déby estava no poder havia 30 anos e ia para seu sexto mandato, após a vitória dele ser declarada em eleições marcadas pelo boicote da oposição no último dia 11.

“O presidente da República, chefe de Estado e chefe das Forças Armadas, Idriss Déby Itno, acaba de falecer, defendendo a integridade territorial no campo de batalha. Com grande tristeza anunciamos ao povo chadiano a morte dele, em 20 de abril de 2021”, anunciou o porta-voz.

Os organizadores da campanha eleitoral de Déby haviam informado, nesta segunda-feira (19), que ele estava se juntando às tropas que enfrentavam os rebeldes na fronteira, mas sem detalhar a operação. Os insurgentes haviam saído da Líbia, atacado um posto na fronteira e avançava por centenas de quilômetros no deserto do Chade em direção à capital, Ndjamena.https://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

O presidente, que também era chefe das Forças Armadas, será substituído interinamente pelo seu filho, Mahamat Kaka, nomeado por um conselho de dirigentes militares.

No poder desde 1990

Déby tinha 68 anos. Ele tomou o poder do Chade em uma rebelião, em 1990, e era um dos líderes mais longevos da África.

Os países do Ocidente viam Déby como um aliado na luta contra extremistas islâmicos, como o Boko Haram, grupos ligados à Al Qaeda e ao Estado Islâmico.

Déby estava lidando com um descontentamento da população pela forma como ele gerenciava as reservas de óleo do país e com a oposição.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes