Premier diz estar ‘com coração partido’ após descoberta de novos túmulos de indígenas no Canadá

O premier do Canadá, Justin Trudeau, lamentou nesta terça-feira a descoberta de 160 novos túmulos anônimos perto de um internato para aborígenes na Ilha Kuper, oeste do país.

“Parte o meu coração. Não podemos trazer os mortos de volta, mas podemos seguir dizendo a verdade, da mesma forma que seguiremos trabalhando com os povos indígenas para lutar contra a discriminação e o racismo sistêmico com ações reais e concretas”, declarou o premier.

“Estamos em mais um momento em que devemos enfrentar o trauma causado por esses atos de genocídio”, ressaltou a chefe da comunidade Penelakut, Joan Brown, em declaração no último dia 8, que confirma a descoberta dos mais de 160 túmulos não identificados no local.

“Isso é apenas a ponta do iceberg”, assinalou o ex-vice-presidente da União de Chefes Nativos da Colúmbia Britânica, Bob Chamberlin. Em pouco mais de um mês, foram descobertos mais de mil túmulos perto de internatos para indígenas, resquícios da política canadense de assimilação forçada, que chocou o país.

O internato para indígenas da Ilha Kuper abrigou crianças nativas do fim do século XIX até 1975.

Fonte: Yahoo!

Últimas

Brasil vence a França no vôlei masculino

01 ago 2021

A vaga já estava garantida. Mas, em um clássico, isso pouco importa. Neste domingo, o Brasil...

Categorias

Scroll Up