Prefeitura de Itaporanga afasta funcionário para apurar suposto ato obsceno na padaria municipal

A prefeitura de Itaporanga (SP) afastou um funcionário da padaria municipal da cidade para apurar uma denúncia de que ele teria cometido ato obsceno no trabalho.

Segundo a Secretaria de Educação, a administração recebeu um vídeo no qual o servidor aparece no chão do estabelecimento, fazendo movimentos que sugerem uma “atitude inadequada”.

A denúncia chegou à prefeitura na quinta-feira (19) e, na sexta (20), foi instaurado um procedimento administrativo para investigar o caso. No mesmo dia, a Secretaria de Educação informou que o servidor foi afastado de suas funções por 60 dias enquanto a comissão apura os fatos.

Prefeitura afasta funcionário para apurar suposto ato obsceno na padaria municipal de Itaporanga — Foto: Facebook/Reprodução
Prefeitura afasta funcionário para apurar suposto ato obsceno na padaria municipal de Itaporanga (Foto: Facebook/Reprodução)

Nas redes sociais, circula a informação de que o funcionário foi “pego se masturbando usando a massa do pão que é servido nas escolas públicas”.

No entanto, a pasta disse que essa informação não consta na denúncia enviada à prefeitura e que a nutricionista fiscaliza todo o preparo dos pães na padaria municipal, com critérios rígidos de higiene.

Os pães feitos na padaria municipal são utilizados para alimentar os alunos das escolas públicas do município.

Após a conclusão do processo administrativo, se comprovada a culpa do funcionário, a prefeitura informou que vai adotar as providências e aplicar as penalidades cabíveis.

Fonte: G1 – Foto: Secretaria de Educação de Itaporanga/Divulgação

Scroll Up