Prefeitura de Botucatu antecipará dissídio dos servidores com reajuste de 14,7%

A Prefeitura de Botucatu encaminhará a Câmara dos Vereadores uma proposta de reajuste de 14,7% do salário e dos vales dos servidores municipais. A porcentagem está baseada na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor, INPC, entre abril de 2020 e novembro de 2021, e, se aprovada pela Câmara, já será vigente nos vencimentos referentes ao mês de janeiro de 3 mil servidores ativos e inativos da Prefeitura.

Os valores foram tratados em reunião com os vereadores da Cidade e também com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Botucatu, na manhã desta quinta-feira, 16.

O reajuste ocorre de forma antecipada, visto que a data base do dissídio é no mês de maio.

“Esse é mais um gesto de valorização da categoria, que com muito afinco trabalhou durante toda a pandemia para manter os serviços e atendimentos a população. Trabalho sério de uma gestão austera, que cumpre o compromisso que tem com a população”, afirmou o Prefeito Pardini.

O reajuste dos servidores municipais não será aplicado aos salários do prefeito, vice-prefeito e secretários municipais.

Com os novos valores, aproximadamente R$ 15 milhões a mais serão injetados na economia botucatuense. Desde 2017, todos os reajustes dos servidores públicos municipais oferecem a reposição da inflação e ganho real.

Após aprovação da Câmara, o projeto retorna ao Executivo para a sanção do Prefeito.

Comunicação