25 fevereiro, 2024

Últimas:

Prefeito decreta fim da situação de emergência para a Covid-19 na cidade de São Paulo

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), revogou neste sábado (26) o decreto de situação de emergência da cidade em virtude do coronavírus, que vigorava há dois anos.

A revogação publicada no Diário Oficial tira a cidade oficialmente da situação emergencial de combate à doença, quer permitia a compra e contratação de produtos, serviços e trabalhadores sem a necessidade de licitação, para combater a doença.

O decreto de emergência nº 59.283 vigorava na cidade desde 16 de março de 2020, estabelecido pelo então prefeito Bruno Covas (PSDB), morto em maio de 2021 em virtude de um câncer.

O fim da situação de emergência na cidade chega no momento que menos de 50 pessoas internadas em UTI por causa da doença.

Segundo o boletim diário publicado pela Prefeitura de SP neste sábado (26), a capital paulista tem no momento 45 pessoas com quadro de Covid-19 internadas em hospitais municipais, além de outras 30 em enfermaria.

Boletim diário deste sábado (26) mostra ocupação de UTI em apenas 26% para Covid-19. — Foto: Reprodução
Boletim diário deste sábado (26) mostra ocupação de UTI em apenas 26% para Covid-19. (Foto: Reprodução)

No auge da segunda onda da doença na cidade, São Paulo chegou a ter mais de 80% dos leitos ocupados por pacientes, com vários hospitais municipais atingindo 100% de ocupação.

A taxa atual de ocupação de leitos é de 26% para UTI Covid e 10% para enfermarias, segundo o boletim deste sábado (26).

Fonte: G1

Últimas

Empresário de Botucatu, Marcelo Nunes discute melhorias no Setor de Transporte com Ministro dos Transportes em Brasília

24/02/2024

O empresário de Botucatu, Marcelo Nunes, presidente da Associação Brasileira dos Fretadores Colaborativos (Abrafrec), teve uma...

Categorias