Ponte Preta bate o CSA e reage na Série B

A Ponte Preta venceu por 1 a 0 o confronto direto com o CSA, no Estádio Rei Pelé. Nesta quinta à noite, o artilheiro Lucca aproveitou um vacilo de Giva no segundo tempo e fez o único gol da partida. Depois, a Ponte ainda perdeu o volante Wesley Fraga, expulso, mas soube se fechar e segurou um resultado muito importante na Série B. Ultrapassou o CSA, mas ainda não saiu da zona de rebaixamento.

Muitos erros de passes marcaram a etapa inicial. O CSA ficava mais com a bola, tentava jogadas pela esquerda, mas só levou um certo perigo aos 23 minutos, numa finalização de fora da área de Osvaldo. Pra fora.

A Ponte se posicionava na defesa e tentava explorar o contra-ataque. Numa dessas, aos 32, Arthur cruzou da esquerda e Wallison cabeceou com veneno: o goleiro Marcelo Carné defendeu com muita dificuldade e Lucão aliviou. Ficou nisso.

A Ponte aproveitou uma falha de Giva na saída de bola e abriu o placar aos 11 minutos. Nicolas roubou, e a bola sobrou para o artilheiro Lucca finalizar no capricho. Aos 17, Wesley Fraga levantou muito o pé numa disputa com Igor, do CSA, e foi expulso. O VAR chamou o árbitro, que, após consultar o vídeo, trocou o cartão amarelo pelo vermelho.

Mesmo com um homem a mais, o CSA continuou tendo dificuldades para criar. Quem quase marcou foi Danilo Gomes, da Ponte. Ele recebeu de Arthur na entrada da área, virou e obrigou o goleiro do CSA a fazer uma grande defesa. O CSA teve uma boa chance, com Bruno Mezenga, mas o goleiro da Ponte espalmou e o assistente pegou um impedimento. No contra-ataque, a Ponte quase ampliou em outra finalização de Danilo Gomes, aos 45.

A Ponte Preta venceu um adversário direto, chegou a 18 pontos, mas ainda não saiu da zona de rebaixamento. Está agora na 17ª colocação. O CSA foi ultrapassado pela Ponte e, com 16 pontos, está na 18ª colocação na Série B. Preocupa.

Os times vão ter mais de uma semana de descanso na tabela da Série B. No dia 15, o CSA visita o Vila Nova, em Goiânia, às 21h30. Mais cedo, às 19h, a Ponte enfrenta o Criciúma, fora de casa.

Fonte: G1 – Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas