Ponte Preta abre 2 a 0, mas Goiás busca empate na Serrinha

Goiás e Ponte Preta fizeram jogo de tempos completamente distintos e empataram por 2 a 2 em jogo da 33ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, nesta terça-feira, na Serrinha, em Goiânia. Pressionada por resultados dos concorrentes na luta contra o rebaixamento, a Macaca abriu 2 a 0 no primeiro tempo com gols de Fábio Sanches e Léo Naldi. Na etapa final, o Esmeraldino foi pra cima e conseguiu o empate com gols de Dadá Belmonte e Alef Manga, que entraram no decorrer da partida.

Com o empate, o Goiás segue em quarto, agora com 54 pontos, e tem três pontos a mais que o CRB, que ainda joga na rodada. O time esmeraldino só sai do G-4 se o CRB vencer o Sampaio Corrêa por seis gols de diferença nesta quinta-feira, em Maceió. A Ponte, por sua vez, fica em 15º, com 39 pontos, agora ainda mais pressionada por Brusque e Londrina, que venceram mais cedo.

O início do jogo foi bem morno, com as primeiras finalizações saindo apenas aos 15 minutos. Luan Dias tentou de fora da área para o Goiás e Rayan, de cabeça, parou nas mãos do goleiro Tadeu após cobrança de escanteio da Ponte Preta. Apesar de lutar pelo acesso, o time esmeraldino tinha pouquíssima inspiração em campo. Apenas Elvis se movimentava bem para articular o ataque. Pelo lado da Macaca, a famosa e implacável “lei do ex” apareceu a favor aos 29 minutos. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Fábio Sanches, que jogou quatro temporadas no Goiás, abriu o placar de cabeça: 1 a 0 Ponte. O gol desestruturou ainda mais o Goiás, que viu o adversário crescer em campo. Aos 46, a Macaca aprontou de novo. Após jogada pelo lado esquerdo, Marcos Júnior recebeu na meia-lua e ajeitou para Léo Naldi. O meia chutou colocado no ângulo de Tadeu e ampliou a vantagem da Ponte Preta: 2 a 0.

O Goiás voltou com Alef Manga e Fellipe Bastos no time, mas demorou até conseguir pressionar a Ponte. Manga exigiu boa defesa de Ivan aos 14 minutos. Somente a partir dos 20 minutos o time da casa conseguiu transformar a pressão em blitz. O gol saiu aos 26 minutos, logo após Nicolas acertar a trave em finalização de cabeça. Na cobrança do escanteio, o próprio Nicolas desviou e Dadá Belmonte, outro que entrara no segundo tempo, apenas empurrou para o fundo das redes já quase em cima da linha: 2 a 1. Pelo lado da Ponte, o técnico Gilson Kleina também fez suas alterações, no entanto, a Macaca praticamente não conseguiu ficar no campo de ataque. De tanto insistir, o Verdão chegou ao empate. Aos 43 minutos, Alef Manga marcou de cabeça e deixou tudo igual: 2 a 2.

Fonte: G1 – Foto: Rosiron Rodrigues / Goiás EC

Scroll Up