Polícia prende suspeito de envolvimento na morte de comerciante baleado em Laranjal Paulista

A Polícia Civil de Laranjal Paulista (SP) prendeu, nesta sexta-feira (11), um dos suspeitos de envolvimento na morte do dono de uma padaria da cidade. Segundo o delegado, o homem de 33 anos ficou na retaguarda enquanto o outro suspeito, que ainda está foragido, abordou a vítima.

O crime ocorreu na madrugada de quarta-feira (9) e foi registrado por câmeras de segurança. Nas imagens, é possível ver que João Batista Vieira, de 65 anos, foi abordado por um criminoso encapuzado enquanto abria o estabelecimento. Os dois entraram em luta corporal e o idoso foi baleado na cabeça.

Comerciante que morreu baleado ao abrir padaria carregava bolsa com mais de R$24 mil — Foto: Arquivo pessoal
Comerciante que morreu baleado ao abrir padaria carregava bolsa com mais de R$24 mil (Foto: Arquivo pessoal)

O delegado Lourenço Talamonte Netto afirmou que a intenção dos criminosos era roubar a vítima, que carregava uma bolsa com mais de R$ 24 mil em dinheiro e folhas de cheque.

“Um deles estava devendo para o tráfico, aí resolveram praticar o crime. Mas o dono da padaria reagiu e acabou não dando certo. Eles se assustaram com a morte dele e não levaram nada”, explica o delegado.

Depois do crime, os suspeitos foram identificados por câmeras de segurança e um deles foi localizado nesta sexta-feira (11) em Laranjal Paulista. A Polícia Civil pediu a prisão temporária do homem e, assim que deferida pela Justiça, ele será encaminhado para a cadeia de Itatinga.

Segundo o delegado, também foi solicitada a prisão temporária do suspeito de atirar contra o dono da padaria, que ainda está foragido. Os dois serão investigados por latrocínio.

Dono de padaria foi morto a tiro durante assalto em Laranjal Paulista — Foto: Reprodução
Dono de padaria foi morto a tiro durante assalto em Laranjal Paulista (Foto: Reprodução)

Fonte: G1