Polícia prende ‘coach’ de fisiculturismo por armazenar anabolizantes proibidos em Lins

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Um jovem de apenas 26 anos foi preso em flagrante nesta quinta-feira (18) depois que a polícia encontrou uma grande quantidade de fármacos e anabolizantes proibidos armazenados pelo homem em Lins (SP).

De acordo com a Polícia Civil, o jovem não tinha registro ou autorização da Anvisa para armazenar ou comercializar as substâncias e confessou que mantinha o produto para vender aos seus “alunos”. À polícia, o homem se intitulou como “coach bodybuilding”.

As autoridades policiais esclareceram ainda que os anabolizantes encontrados estão na lista de proibição do Ministério da Saúde. Além disso, os fármacos apreendidos devem ter autorização da Anvisa para serem comercializados e prescrição prevista pelo órgão.

Anabolizantes encontrados com o jovem preso em Lins (SP) são proibidos pelo Ministério da Saúde  — Foto: Polícia Civil/ Divulgação
Anabolizantes encontrados com o jovem preso em Lins (SP) são proibidos pelo Ministério da Saúde (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)

O delegado titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Lins, Wanderley Santos, explicou que a venda de anabolizantes e fármacos acontece no mercado negro.

“Normalmente eles importam essas substâncias que, geralmente, vêm do Paraguai e acabam no mercado negro, fazendo comércio em academias de forma clandestina ou se passando por coach, como é o caso desse rapaz.”

Os produtos foram apreendidos pela Polícia Civil. Segundo o delegado, uma parte deles será encaminhada para a perícia e o restante será destruído.

O morador de Lins foi preso em flagrante e pode ser condenado por até 15 anos de prisão. O delegado informou que esse crime contra a saúde pública é inafiançável.

Fonte: G1 – Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes