Polícia Militar de SP celebra 189 anos de serviços prestados ao Estado

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A Polícia Militar de São Paulo celebra hoje (15) o aniversário de 189 anos da instituição com live da Banda Sinfônica e cerimônias reservadas na Capital e no interior do estado, com especial atenção aos protocolos recomendados pelo Centro de Contingência do coronavírus. As tradicionais solenidades em comemoração à data foram suspensas em função da pandemia de Covid-19.

Nesta terça-feira, todas as unidades da PM realizam solenidades de hasteamento da Bandeira Nacional e leitura de nota alusiva ao evento. As reuniões serão organizadas com poucos policias em forma e respeito às normas de distanciamento.

Já às 20 horas, com transmissão pelo canal do Corpo Musical no YouTube, toda a população está convidada a participar de uma homenagem especial à criação da força pública de segurança paulista. A Banda Sinfônica do Corpo Musical apresentará a LIVE do Concerto Sinfônico comemorativo aos 189 anos da Polícia Militar do Estado de São Paulo, com participação da soprano Giulia Moura, do cantor Elvis Cover Fabian Presley e do maestro Marcos Martins Araújo.

Valor histórico

A Polícia Militar de São Paulo foi criada como Guarda Municipal Permanente, a partir de uma reunião do conselho da então província de São Paulo, realizada em 15 de dezembro de 1831 e presidida pelo Brigadeiro Rafael Tobias de Aguiar. Em seus quase dois séculos de existência, a instituição já foi denominada Força Policial e Força Pública, entre outras, e responde pelo nome de Polícia Militar do Estado de São Paulo desde 9 de abril de 1970.

Além do combate ao crime e da proteção aos cidadãos, também é atribuição da PM garantir o cumprimento das Leis e a preservação da Ordem Pública. Para garantir sempre efetividade em sua missão, a Polícia Militar desenvolveu e aperfeiçoou suas técnicas ao longo da história, de acordo com o que existia de mais moderno no mundo em termos de segurança, e criou unidades especializadas para atuar em diferentes demandas da sociedade.

Atualmente, a PM de São Paulo é integrada por batalhões especializados, como os de Policiamento de Choque e Ações Especiais, Corpo de Bombeiros e por unidades focadas nos policiamentos Rodoviário, Ambiental, de Trânsito e Radiopatrulha Aérea.

Números expressivos

Entre janeiro e outubro de 2020, a PM paulista atendeu 16,6 milhões de chamados pelo telefone 190, apreendeu 189 toneladas de drogas, retirou 6,4 mil armas de fogo das ruas, recuperou 29 mil veículos e prendeu 105 mil pessoas pelos mais diversos crimes.

Para garantir a eficiência no trabalho das forças policiais e aumentar a segurança da população e dos agentes, o governo do estado está investindo em tecnologia e novos equipamentos, como viaturas com proteção balística, coletes, armamentos, drones e até um robô programado para desativar artefatos explosivos.

Com investimento de mais de R$ 300 milhões, foram adquiridos 70 veículos com proteção balística destinados às unidades especializadas, como Rota e Baeps, além de outras 3.997 viaturas para patrulhamento, 105 carros para Corpo de Bombeiros e 152 viaturas para a Polícia Ambiental.

Desde 2019, foram adquiridas por meio de licitação 51,5 mil modernas pistolas calibre .40, mil fuzis calibre 7,62, 300 fuzis calibre 5,56, dois fuzis de alta precisão, 10 metralhadoras leves calibre 7,62, 3.750 armas de incapacitação neuromuscular, mil submetralhadoras calibre .40, 500 escudos balísticos, mil espingardas semiautomáticas calibre 12, 375 fuzis de assalto calibre 5,56X45mm, 18.500 coletes balísticos, além de munições.

Para o pacote do programa de modernização do armamento utilizado pela Instituição, serão investidos mais de R$ 195 milhões.

Fonte: Governo de SP

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes