Polícia investiga pedreiro suspeito de agredir e tentar estuprar cliente no interior de SP

A Polícia Civil está investigando um pedreiro suspeito de agredir e tentar estuprar uma cliente na Vila Carolina, em Itapetininga (SP). A jovem de 29 anos registrou um boletim de ocorrência por importunação sexual e lesão corporal.

De acordo com o registro policial, a PM informou que foi acionada para atender uma ocorrência de tentativa de estupro na sexta-feira (27) e que, no local, encontrou a vítima em estado de choque, com várias lesões na cabeça e na mão esquerda.

Aos policiais, a jovem contou que contratou um pedreiro para prestar serviços na casa dela e que ele foi até o local no dia do crime, dizendo que iria verificar a pintura.

No entanto, ainda de acordo com o relato da vítima à polícia, ao entrar na casa, o homem a pressionou contra a parede e abriu o zíper da calça. A jovem disse que ameaçou chamar a PM e o pedreiro foi embora.

Conforme o BO, a vítima contou que trancou o portão da casa, mas que o pedreiro voltou momentos mais tarde, pulou o muro e usou uma ferramenta para golpeá-la na cabeça e na mão. Ela disse à polícia que correu para a frente de casa e foi socorrida por um vizinho.

A jovem foi levada ao Hospital Dr Léo Orsi Bernardes e já teve alta. A polícia pediu um exame de corpo de delito para constatar as lesões corporais da vítima, e o suspeito fugiu pelos fundos da casa.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que o caso é investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Itapetininga, que realiza diligências para identificar e prender o autor do crime.

Fonte: G1 – Foto: Thiago Vasconcelos/TV TEM