14 de junho, 2024

Últimas:

Polícia Civil investiga denúncia de tentativa de envenenamento de cães de abrigo em Piracicaba

Anúncios

A Polícia Civil investiga uma tentativa de envenenamento de cães de um abrigo, em Piracicaba (SP).

O caso ocorreu no sábado (4), por volta das 10h30, em uma chácara na Vila Prudente, onde vivem 11 cães resgatados e cuidados pela protetora de animais Camila Pompermayer de Melo.

Anúncios

Carne supostamente envenenada encontrada em abrigo de cães em Piracicaba (Foto: Acervo pessoal)

“Vim pra dentro dar comida pros cachorros, a hora que eu saí ali fora eu encontrei um monte de carne com veneno na minha chácara inteira. Foi por poucos segundos que eu não vi as carnes sendo jogadas pra dentro de casa, então eu consegui pegar tudo antes dos meus cachorros. Graças a Deus, eles estão bem, nenhum passou mal, nenhum comeu”, contou.

Ela registrou um boletim de ocorrência e aponta um vizinho como o suspeito pelo ato, uma vez que ele já tinha se queixado pessoalmente sobre o barulho feitos pelos animais.

Anúncios

Camila diz que já foi alvo de quatro denúncias do morador e, em uma delas, chegou a ser visitada pela Polícia Militar e receber orientações dos PMs.

Criadora conseguiu recolher carne com aspecto suspeito antes que animais comessem (Foto: Acervo pessoal)

“São todos [animais] resgatados de rua, são todos resgatados de maus tratos, debilitados. Hoje em dia estão muito bem. E, assim, se por acaso eu não tivesse aqui, eu iria ter chegado em casa e encontrado os meus cachorros mortos e envenenados. Então, isso tá sendo uma aflição pra gente aqui, uma agonia enorme viver com isso”, desabafou.

Denúncia anterior

Camila já tinha denunciado o mesmo vizinho em boletim de ocorrência anterior, registrado em 24 de outubro deste ano. Na ocasião, ela informou que vinha sendo perseguida pelo morador, que alegava que não conseguia mais dormir mais cedo por causa do barulho dos cães.

Nesse BO, ela também informou que ele já tinha ameaçado fazer mal aos cachorros se não conseguisse dormir.

“Tem uma creche, uma pousada aqui de hotel de cachorro que o pessoal tá super preocupado, eles nem sabem o que fazer. Tá toda uma rua inteira colocando câmera em tudo”, contou.

A reportagem questionou a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) a respeito do andamento das investigações, mas não houve retorno até a última atualização desta reportagem.

Fonte: G1

Talvez te interesse

Últimas

Com recorde de inadimplência empresarial, o Brasil testemunhou aumento surpreendente no índice de recuperações judiciais em 2023, ultrapassando o patamar...

Categorias