Polícia apreende armas durante investigações de suposta tentativa de homicídio de secretário em Marília

A Polícia Civil de Marília (SP) apreendeu na terça-feira (5) várias armas e munições durante as investigações da tentativa de homicídio contra o secretário municipal da Fazenda da cidade, Levi Gomes de Oliveira, ocorrida na última quarta-feira (29).

Segundo a polícia, agentes da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Marília cumpriram cinco mandados de busca e apreensão na cidade e no município de Oriente (SP).

Durante a ação, foram apreendidos uma pistola calibre 45 importada, um revólver 357 e uma espingarda, além de munições de vários calibres e cheques.

Polícia apreende armas durante investigações de suposta tentativa de homicídio de secretário em Marília — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Polícia apreende armas durante investigações de suposta tentativa de homicídio de secretário em Marília (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

De acordo com o delegado Luís Marcelo Perpétuo Sampaio, titular da DIG, as armas são de uso legal e tinham numeração, mas não possuíam registro.

Por isso, dois responsáveis pelo armamento foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e liberados após pagamento de fiança.

Ainda segundo o delegado, as investigações indicavam que os suspeitos realizavam cobranças e extorsões com ameaças e uso de arma de fogo, principalmente contra empresários e políticos.

A polícia ainda realiza investigações e não confirma se haveria ligação dos suspeitos com a suposta tentativa de homicídio.

O caso

Na manhã da última quarta-feira (27), o secretário municipal da Fazenda de Marília, Levi Gomes de Oliveira, denunciou ter sofrido uma tentativa de homicídio no bairro Maria Izabel, zona leste da cidade.

Segundo informações da polícia, Levi havia saído para caminhar, por volta das 5h, quando foi surpreendido por uma dupla armada que estava em um carro.

Perícia esteve no local e destacou o local onde os projéteis foram encontrados  — Foto: Arquivo pessoal
Perícia esteve no local e destacou o local onde os projéteis foram encontrados (Foto: Arquivo pessoal)

Ele contou aos policiais que notou um carro diferente estacionado na rua e que, quando passou pelo veículo, o motorista saiu em alta velocidade até perto da Santa Casa e parou.

O secretário disse que estranhou, mudou o roteiro e se escondeu atrás de uma vegetação. Foi quando o carro parou em um cruzamento e o passageiro colocou o braço para fora com uma arma em punho.

O homem teria feito três disparos. Levi disse que rastejou e correu após os disparos. Já o motorista do carro saiu em direção ao bairro Cascata e o veículo não foi mais visto.

A Polícia Militar foi acionada e a perícia técnica da Polícia Civil também esteve no local, onde três cartuchos foram achados.

Fonte: G1