Plantonista da UTI fala sobre atendimento a vítimas de acidente que matou mais de 40 pessoas em rodovia: ‘Orem por nós’

Um dos médicos da Santa Casa de Taquarituba disse que as equipes precisaram transferir para outros hospitais algumas das vítimas do grave acidente em Taguaí (SP) nesta quarta-feira (25). A colisão entre um caminhão e um ônibus deixou 41 mortos e 10 feridos no km 172 da Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho.

Segundo o médico intensivista Gabriel Ortega, a transferência de parte das vítimas foi necessária porque não há recursos suficientes na Santa Casa.

“Nós recebemos aqui no nosso serviço seis vítimas. Duas chegaram já infelizmente em óbito, três delas estão internadas em UTI em estado grave e uma delas está internada na nossa enfermaria com apenas escoriações”, contou.

“Prestamos nossas condolências às famílias e pedimos a todos que orem por nós e que estejam torcendo por nós nesse momento tão difícil. As vítimas estão sendo colocadas no sistema de transferência agora, porque infelizmente nós precisamos de recursos que são indisponíveis para nós no momento. Deus nos abençoe.”

Ortega disse que foi deslocado da UTI para o pronto-socorro, para ajudar nos atendimentos das vítimas.

Resumo do acidente

  • Ônibus e caminhão colidiram em Taguaí (SP)
  • Acidente aconteceu por volta das 7h
  • 41 pessoas morreram no local; há 10 feridos
  • Ônibus levava cerca de 50 trabalhadores de uma empresa têxtil
  • Colisão ocorreu no km 172 da Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho

Fonte: G1