23 de julho, 2024

Últimas:

Piloto que ficou 13 dias perdido na Amazônia morre um ano depois em segunda queda de avião em RR

Anúncios

O piloto paranaense Otávio Augusto Munhoz da Silva, de 38 anos, que havia ficado 13 dias desaparecido na floresta amazônica após uma queda de avião, em setembro de 2022, morreu após o avião cair novamente na região do município de Mucajaí, Sul de Roraima. A informação foi confirmada neste domingo (3) pela Polícia Civil.

O piloto sofreu um acidente aéreo no dia 28 de agosto, numa região de mata, na vila Samaúma. O relato é da irmã dele, que contou o que ocorreu um em um boletim de ocorrência registrado na Polícia Civil no dia 1° de setembro. Ele era considerado desaparecido.

Anúncios

Piloto paranaense morre após avião cair pela segunda vez (Foto: Reprodução/Facebook)

De acordo com a família, Otávio era piloto particular e faz táxi aéreo na região de Boa Vista, capital de Roraima. Samaúma é uma região de rota conhecida por ser usada por garimpeiros ilegais que acessam a Terra Yanomami.

O corpo foi removido ao Instituto de Medicina Legal (IML) e liberado no sábado (2) aos familiares para o translado a Londrina, no Paraná, onde será sepultado.

Anúncios

A Polícia Civil está investigando a causa do acidente.

Queda de avião há um ano

Piloto paranaense que desapareceu após avião cair em Roraima (Foto: Reprodução/RPC)

Em setembro de 2022, o avião em que Otávio estava caiu em uma região de mata fechada. O piloto foi encontrado por um homem depois de caminhar atrás de ajuda após 13 dias desaparecido. À época, a mãe dele chegou a dizer estar “aliviada” por ter encontrado o filho com vida.

Fonte: G1

Talvez te interesse

Últimas

Produtos de alta tecnologia prometem eficiência, durabilidade e sustentabilidade nas estruturas...

Categorias