Pessoas estão alarmadas com um asteroide ‘com poder destrutivo de três bilhões de bombas nucleares

Mas ao contrário do que você lerá em sites de teoria da conspiração nessa semana, ele não está prestes a bater na Terra, matando todos nós.

O asteroide 2009ES foi flagrado por Zhao Haibin em um observatório de Nanjing, China, mas passou pela Terra em uma distância segura de 18,8 luas.

Mas de alguma forma, sites de conspiração estão convencidos de que a rocha de 10 milhas (16 quilômetros) de largura está prestes a atingir a Terra – e em breve.

É claro que isso não é verdade. Ele passou por nós seguramente no dia 5 de setembro e continuará passando no futuro.

A NASA alega ter detectado mais de 97% dos asteroides “destruidores de planetas” no sistema solar, aqueles que têm seis ou sete milhas de largura (9 e 11 quilômetros respectivamente), parecidos com o que matou os dinossauros.

Em uma declaração no ano passado, a NASA disse: “Até onde podemos prever, nenhum objeto grande atingirá a Terra pelas próximas centenas de anos.”

O especialista Phil Plait disse que todo o arsenal nuclear utilizado na guerra fria teria um montante de apenas um milionésimo do potencial destrutivo da explosão que dizimou os dinossauros.

O asteroide atingiu a Terra em uma velocidade superior a 40 vezes a velocidade do som, causando uma explosão sete bilhões de vezes maior do que a bomba de Hiroshima.

Fonte: Yahoo!

Scroll Up