16 de junho, 2024

Últimas:

Peritos internacionais concluem que Pablo Neruda foi envenenado

Anúncios

Peritos internacionais determinaram que o poeta chileno Pablo Neruda morreu envenenado, há 50 anos, e agendaram para esta quarta-feira (15) a divulgação de um relatório indicando que a bactéria encontrada nos restos mortais do escritor “estava em seu corpo no momento da morte”, ocorrida 12 dias após o golpe militar de 1973, segundo antecipou sua família à agência de notícias EFE.

Esta revelação é a mais recente reviravolta num dos grandes debates do Chile pós-golpe de Estado. A posição oficial há muito defendida é a de que Neruda morreu de complicações decorrentes de câncer de próstata, mas o antigo motorista do escritor, Manuel Araya, argumentou durante décadas que ele havia sido envenenado.

Anúncios

“Agora sabemos que o ‘clostridium botulinum’ não deveria estar na ossada de Neruda. O que isso significa? Que Neruda foi assassinado, houve intervenção em 1973 por agentes do Estado”, disse Rodolfo Reyes, sobrinho do vencedor do Nobel de Literatura de 1971.

A bactéria, responsável pelo botulismo, foi encontrada em 2017 em um dente de Neruda por outro painel de especialistas, que descartou a versão da ditadura e rejeitou que a causa da morte fosse um câncer de próstata avançado que o acometia desde 1969.

Anúncios

Pablo Neruda (1904-1973) é possivelmente o poeta chileno mais conhecido internacionalmente — Foto: BBC
Pablo Neruda (1904-1973) é possivelmente o poeta chileno mais conhecido internacionalmente (Foto: BBC)

‘Bala fatal foi encontrada’

O clostridium botulinum é um bacilo geralmente encontrado no solo, mas especialistas da Universidade McMaster, no Canadá, e da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, concluíram em um relatório que o microrganismo “não vazou para o cadáver de Neruda de dentro ou ao redor de seu caixão”, mas que estava em seu corpo antes de morrer.

Resta saber como e quem introduziu a toxina botulínica no corpo do autor. “A bala fatal de Neruda foi encontrada, ele a tinha em seu corpo. Quem atirou? Isso veremos em breve, mas não há dúvida de que Neruda foi assassinado. Intervenção direta de terceiros”, enfatizou Reyes.

Grande parte da família de Neruda respalda a versão de Manuel Araya, seu ex-motorista, que sustenta que o poeta foi envenenado por uma injeção no abdômen por um agente secreto do regime que se fez passar por um médico da Clínica Santa María, em Santiago.

‘Neruda não estava gravemente doente’

“Neruda não estava gravemente doente, só tinha câncer. Andava com dificuldade, sentia dores, mas não estava prestes a morrer”, afirmou à EFE Elizabeth Flores, advogada da família, que atua como autora no caso iniciado em 2011 junto com o Partido Comunista, do qual Neruda era membro.

Por sua vez, Reyes lembrou que o escritor, cujos restos foram exumados em 2013 em seu jardim em Isla Negra, na costa central do Chile, havia planejado viajar para o México alguns dias antes de morrer, aos 69 anos, e que no exílio teria se tornado o “grande adversário” do general Augusto Pinochet.

As conclusões deste novo laudo pericial deveriam ser conhecidas em 3 de fevereiro, mas a audiência foi cancelada duas vezes – primeiro por falhas técnicas e depois por supostos desentendimentos entre os peritos – e remarcada para esta quarta-feira (15).

Fonte: Yahoo!

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.737 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (15) no Espaço da Sorte, na...

Categorias