Peixes vão parar em pista de aeroporto no sul da Bahia após volume de rio subir por causa da chuva

Peixes apareceram na pista do aeroporto de Ilhéus, no sul da Bahia, neste sábado (25). O caso ocorreu após o volume do rio Cachoeira, que corta a cidade, subir por causa das fortes chuvas que atingem a região.

Por meio de nota, a Socicam, empresa que administra o terminal aéreo, disse que até as 17h deste sábado, 14 peixes tinham sido encontrados na pista. A situação não impactou as operações de voos.

Imagem de um dos peixes que foi achado na pista do aeroporto de Ilhéus neste sábado — Foto: Redes Sociais
Imagem de um dos peixes que foi achado na pista do aeroporto de Ilhéus neste sábado (Foto: Redes Sociais)

A empresa também explicou que como o nível do rio Cachoeira subiu, isso fez com que os peixes buscassem abrigo no sistema de drenagem do aeroporto na manhã deste sábado.

Sob orientação da equipe de Meio Ambiente do aeroporto, os Bombeiros do Aeródromo atuaram no manejo adequado dos animais.

Peixe após se resgatado de pista de aeroporto e devolvido ao rio em Ilhéus — Foto: Divulgação/Socicam
Peixe após se resgatado de pista de aeroporto e devolvido ao rio em Ilhéus (Foto: Divulgação/Socicam)

Chuva no sul

O governador Rui Costa determinou a instalação de uma base de apoio em Ilhéus, com objetivo otimizar os esforços para ajudar as cidades que sofrem com fortes chuvas.

As regiões sul e sudoeste do estado são as mais afetadas pelas chuvas. Em Itororó, o número de desabrigados chegou a 200 neste sábado; em Guaratinga, os temporais deixaram 600 pessoas desabrigadas e causaram o desabamento de 58 casas.

Segundo informações da Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec), 3.788 pessoas ficaram desabrigadas e precisaram de apoio das prefeituras e 10.955 ficaram desalojadas (tiveram que abandonar seus imóveis, mas não necessitaram de abrigo) até sexta-feira (24).

Fonte: G1