Pastor é acusado de assédio ao abraçar criança de biquíni em vídeo de Wesley Safadão; Assista o vídeo

O nome do cantor cearense Wesley Safadão foi parar nos assuntos mais comentados do na manhã desta segunda-feira, 26, no Twitter após um vídeo viralizar.

Na gravação publicada no Instagram no fim de semana, o músico aparece ao lado do pastor André Vitor, que acompanha a família de Safadão há anos, e que supostamente abraça uma menina, que se desvencilha do religioso. Na sequência ele aparece puxando a blusa  para baixo.

Wesley SafadãoCrédito: Reprodução/Instagram – O pastor André Vitor, amigo da família do cantor Wesley Safadão

No Twitter, muitos internautas apontaram um suposto abuso sexual por parte do religioso.

Por causa dos ataques, Wesley Safadão deletou as imagens dos stories, mas elas já tinham viralizado.

Em entrevista, o pastor disse que o ato de puxar a camisa para baixo é uma mania.

“Posso te mandar dezenas de fotos e vídeos que eu estou nesta mesma posição (de puxar a camisa pra baixo). Estou acima do peso e isso é uma mania minha (para evitar que a barriga fique à mostra)”, afirma o religioso.

Em nota ao site Observatório de Música, a assessoria de Wesley Safadão disse que o cantor ficou surpreso com a reação dos internautas.

“É com surpresa e muita lamentação que nos deparamos com as mensagens visualizadas em nossa rede social a respeito do André. O André é uma pessoa amiga e de nossa convivência íntima, cujo caráter não colocaremos aqui em jogo ou discussão. Ele está acima do peso e criou a mania de ficar puxando a camisa em todas as fotos, podem ver no Instagram dele. Atualmente, e infelizmente, conclusões e apontamentos são feitos sem quê nem pra quê, expondo pessoas a situações vexatórias e incriminatórias como esta. Sinceramente, lamentamos tudo isso e pelo carinho que guardamos ao André, nos negamos a dar voz ou eco a insinuações desta natureza. Que Deus nos abençoe e abençoe a todos”.

Como denunciar abuso

Diariamente, crianças e adolescentes são expostos à violência sexual. Até abril de 2019, o Disque 100 recebeu mais de 4 mil denúncias de abuso infantil em todo o Brasil. Há algumas formas de denunciar casos de violência sexual a menores de idade:

Disque 100

Como nos casos de racismo, homofobia e outras violações de direitos humanos, qualquer cidadão pode fazer uma denúncia anônima sobre casos abuso infantil pelo Disque 100. A denúncia será analisada e encaminhada aos órgãos de proteção, defesa e responsabilização em direitos humanos, respeitando as competências de cada órgão.

Aplicativo Proteja Brasil

Depois de instalar o aplicativo gratuito em seu celular, o usuário rapidinho, respondendo um formulário simples, registra a denúncia, a qual será recebida pela mesma central de atendimento do Disque 100. Se quiser acompanhar a denúncia, basta ligar para o Disque 100 e fornecer dados da denúncia.

Ouvidoria Online

O usuário preenche o formulário disponível aqui e registra a denúncia, a qual também será recebida pela mesma central de atendimento do Disque 100. Se quiser acompanhar a denúncia, basta ligar para o Disque 100 e fornecer dados da denúncia.

Scroll Up