19 de junho, 2024

Últimas:

Pássaros estão construindo ninhos com lixo, gerando preocupação em pesquisadores

Anúncios

Um estudo recém-publicado levanta preocupações com relação às novas gerações de pássaros. Isso porque verificou-se que 176 espécies vêm construindo ninhos com lixo humano, o que pode machucar os animais e trazer diversos problemas às suas proles.

A pesquisa, feita por uma equipe de cientistas europeus, revisou estudos anteriores cobrindo quase 35 mil ninhos, e descobriu que as aves usaram materiais feitos pelo homem em ninhos em todos os continentes, exceto na Antártica. Foram identificados ninhos construídos com bitucas de cigarro, sacolas plásticas e redes de pesca, por exemplo.

Anúncios

Pesquisas mostram que 176 espécies de pássaros constroem ninhos com lixo humano, incluindo itens que os machucam e a seus filhotes.

Cientistas já encontraram papelão, papel alumínio e plástico em ninhos de pássaros (Foto: Zuzanna Jagiełło, Universidade de Varsóvia)

“Uma grande variedade de espécies de aves incluiu materiais antropogênicos em seus ninhos”, disse Zuzanna Jagiełło, ornitóloga da Universidade de Varsóvia e principal autora do estudo, ao The Guardian. “Isso é preocupante porque está se tornando cada vez mais evidente que tais materiais podem prejudicar filhotes e até pássaros adultos.”

Anúncios

Alguns exemplos preocupantes são: melros fazendo ninhos com cordas de plástico; chapim-azuis usando materiais coloridos diversos; e cegonhas brancas adicionando papelão, alumínio e fios de plástico aos ninhos. “Estamos convivendo com pássaros em um ambiente muito alterado pelo homem”, disse Jagiełło. “A poluição está em toda parte.

Cisnes em um ninho parcialmente feito de lixo em Copenhague, na Dinamarca (Foto: Reprodução)

Ameaças às aves – mas também benefícios

As aves, como muitos outros animais, estão ameaçadas pela destruição de habitats e pelo contato com seres humanos. Um estudo da ONU em 2019 descobriu que a deterioração dos ecossistemas está aumentando mais rápido do que os cientistas jamais viram.

No caso dos pássaros e seus ninhos, são várias formas pelas quais eles podem ser prejudicados pelos materiais de lixo humano utilizados. Barbantes podem emaranhar os animais, lixo em geral os expõem a toxinas, materiais de cores vivas atraem predadores que roubam ovos… e os filhotes engasgam com materiais diversos, que confundem com presas.

Mas os pesquisadores notam também que bitucas de cigarro, por exemplo, contêm nicotina e outros compostos que podem repelir parasitas; filmes plásticos fornecem isolamento que pode manter os pintinhos aquecidos; e materiais mais resistentes podem tornar os ninhos mais fortes.

É muito cedo para dizer com certeza o que a construção de ninhos com materiais feitos pelo homem faz com as populações de pássaros, disse o Dr. Jim Reynolds, ornitólogo da Universidade de Birmingham e coautor do estudo. “Pode haver alguns vencedores e perdedores”, segundo ele.

Os cientistas criaram várias teorias para explicar a variação de material entre diferentes espécies. A simples proximidade desses materiais, que estão cada vez mais espalhados pela natureza, é uma possibilidade. Mas o fator com explicação mais promissora, afirmam, é que os pássaros constroem ninhos com objetos humanos como sinais para parceiros em potencial.

Com o interesse atraído para a questão, mais pesquisas futuras devem ajudar os cientistas a aprender mais sobre onde está a poluição e como a vida selvagem a utiliza.

“Os pássaros são ferramentas maravilhosas de biomonitoramento”, disse Reynolds, que faz até um pedido aos cidadãos que gostem de observar a interação entre animais e ambientes com ação do homem. “Pedimos às pessoas que fiquem de olho tirem uma foto de um ninho em seu jardim, onde quer que morem,“ disse.

Fonte: Um Só Planeta

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios Na noite da segunda-feira, dia 17, uma ação da Força Tática da Polícia Militar resultou na prisão de um...

Categorias