Paraguaio é aprovado em exames, mas detalhes impedem anúncio do Santos

O Santos ficou perto de contratar seu terceiro reforço para o segundo semestre, mas não será nesta sexta-feira que o anunciará. Após Carlos Sánchez e Bryan Ruiz, Derlis González foi aprovado em exames médicos em São Paulo, porém, detalhes contratuais impedem a assinatura do acordo com o Dínamo de Kiev.

Derlis chegou no Brasil às 6h30 e só foi para o hotel com o seu pai já na noite desta sexta. Ambos deixaram os representantes em negociação com o Santos e aguardam pelo desfecho positivo no fim de semana. A diferença de fuso horário entre o horário de Brasília e o de Kiev, de seis horas, foi uma das dificuldades, além do acerto pendente com Vitor Bueno, envolvido na transação por empréstimo.

A troca deve ser feita por um ano e meio, com valor de compra fixado em contrato. Entre Santos e Dínamo, está tudo certo. Resta finalizar as minutas com os atletas. Cada clube pagará integralmente os salários, que são semelhantes, de pouco mais de R$ 200 mil.

Derlis González tem 24 anos, 1,72m de altura e é polivalente. No Dínamo, jogou aberto pela esquerda. Na seleção do Paraguai, o atacante é utilizado pela direita, onde a concorrência no Santos é menor. Rodrygo e Bruno Henrique preferem o lado esquerdo do campo.

Titular da seleção paraguaia, ele costuma atuar como ponta, mas prefere a função do “segundo atacante”, atrás do centroavante, no esquema 4-4-2 ou 4-1-3-2, esquemas incomuns no futebol brasileiro.

“Eu posso jogar como media punta (um ponta no esquema 4-2-3-1, usual no futebol brasileiro) ou pelo centro (como armador), mas me sinto melhor como segundo punta (o segundo atacante, num 4-4-2)”, explicou.

Revelado pelo Rubio Ñu e com passagens pelo Benfica B, Guarani, Olimpia e Basel, o atacante tem contrato até junho de 2020. Na última temporada, atuou 33 vezes e fez três gols.

Revelação do Campeonato Brasileiro em 2016, Vitor Bueno caiu de rendimento após passar por cirurgia no joelho direito na temporada passada e só disputou 19 jogos neste ano, sem marcar gols. Seu contrato vai até 2020.

 

Fonte: Yahoo!

Scroll Up