Palmeiras vence o Santos e mantém invencibilidade no Paulistão

O Palmeiras segue invicto no Campeonato Paulista. Na noite deste domingo, o Verdão venceu o clássico contra o Santos por 1 a 0, em casa, pela 11ª rodada do torneio. Raphael Veiga, de pênalti, anotou o tento decisivo do embate.

Com o resultado, o Alviverde, que já está classificado à próxima fase, se manteve na liderança do Grupo C, com 26 pontos. Já o Alvinegro Praiano estacionou na terceira colocação da chave D, com 10, atrás de Santo André (12) e RB Bragantino (19). O time de Bustos, aliás, segue ameaçado pelo rebaixamento, com apenas dois pontos a mais que a Ponte Preta, primeiro time dentro do Z-2.

O Palmeiras volta a campo agora na próxima quinta-feira, às 20h30 (de Brasília), quando recebe o Corinthians em partida atrasada da quinta rodada do Estadual. O Santos, por sua vez, visita a Ferroviária na quarta-feira, às 19h, pela 10ª rodada.

Empurrados por mais de 38 mil pessoas, os anfitriões iniciaram a primeira etapa apertando os rivais. Com dois minutos, Rony ficou com sobra de bola na entrada da área e tentou o chute, mas foi travado na hora certa pela defesa.

Já aos 10, Scarpa ficou livre na intermediária e arriscou. Atento, João Paulo agarrou firme. Na sequência, o goleiro voltou a ser exigido. Dudu recebeu pela esquerda, invadiu a área e cruzou rasteiro. No meio do caminho, a bola desviou em Auro e quase enganou o arqueiro, que se recuperou a tempo.

Do outro lado, o Santos só assustou aos 28 minutos. Lucas Barbosa foi acionado pela direita e cruzou na medida para Goulart, que testou na trave.

Com o susto, o Palmeiras voltou a agredir. Aos 36, Mayke cruzou pela direita e Rony emendou uma bela bicicleta. A bola, no entanto, passou por cima do travessão. Cinco minutos depois, Gómez cabeceou no cantinho e obrigou João Paulo a fazer linda defesa.

No lance seguinte, o goleiro voltou a operar um milagre, mas, no rebote, Velázquez cometeu pênalti em Kuscevic e acabou sendo expulso. Na cobrança, Raphael Veiga não perdoou e abriu o placar no Allianz.

Na volta do intervalo, os mandantes empilharam chances para ampliar o marcador. Com um minuto, Dudu aproveitou cruzamento da esquerda e finalizou cruzado. Livre na pequena área, Rony se atirou na bola e desviou para fora.

Instantes depois, Jorge tabelou com Rony, deu belo drible em Bauermann e saiu cara a cara com João Paulo, que cresceu na frente do lateral para evitar o tento.  Aos oito, Dudu recebeu grande lançamento de Weverton, disparou pela direita e achou Zé Rafael no meio. O camisa 8, então, arriscou de fora e tirou tinta da trave.

O volante teve mais uma boa oportunidade na sequência. Após João Paulo rebater o cruzamento rasteiro de Scarpa, a bola sobrou na medida para o palmeirense, que mandou para fora. Aos 24, Dudu encontrou Rony livre na grande área. O atacante, porém, furou na hora de arrematar.

Os gols perdidos, entretanto, acabaram não fazendo falta para o Palmeiras, já que, do outro lado, o Santos não conseguiu reagir para buscar o empate. A melhor chance do Peixe foi aos 45, em chute de longe de Pirani que obrigou Weverton a espalmar para escanteio.

PALMEIRAS 1 X 0 SANTOS

Data: 13 de março de 2022, domingo
Local: Allianz Parque, em São Paulo-SP
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus
Assistentes: Danilo Ricardo Simon e Mauro André de Freitas
VAR: Vinícius Furlan
Cartões amarelos: Marcos Rocha e Deyverson (Palmeiras); Auro, Velázquez e Lucas Pires (Santos)
Cartão vermelho: Velázquez

GOL: Raphael Veiga, aos 48 do 1ºT (Palmeiras)

PALMEIRAS: Weverton; Mayke (Marcos Rocha), Kuscevic, Gómez e Jorge; Jailson, Zé Rafael (Wesley), Raphael Veiga (Deyverson) e Gustavo Scarpa (Atuesta); Dudu e Rony (Navarro)
Técnico: Abel Ferreira

SANTOS: João Paulo, Auro (Pirani), Kaiky, Bauermann, Velázquez e Lucas Pires; Sandry (Camacho) e Zanocelo (Balieiro); Ângelo (Lucas Braga), Goulart (Marcos Leonardo), e Lucas Barbosa
Técnico: Fabián Bustos

Fonte: Yahoo!Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras