Palmeiras vence o Libertad e está na semifinal da Libertadores

O Palmeiras garantiu a classificação às semifinais da Copa Libertadores na chuvosa noite desta terça-feira. No Allianz Parque, após empate por 1 a 1 no Paraguai, o time alviverde contou boas atuações de Gustavo Scarpa e Rony para ganhar do Libertad por 3 a 0.

No primeiro tempo, após grande defesa de Weverton diante de Ferreira, o Palmeiras saiu na frente com chute preciso disparado por Gustavo Scarpa de fora da área. Na etapa complementar, Piris foi expulso com ajuda do VAR e Rony e Gabriel Veron ampliaram a vantagem do time alviverde.

Na semifinal, o Palmeiras enfrenta o vencedor do confronto entre River Plate e Nacional, que decidem a série às 21h30 (de Brasília) desta quinta-feira, no Uruguai – o time argentino venceu a ida por 2 a 0. Pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 21 horas de sábado, o time alviverde pega o Internacional, no Beira-Rio.

A primeira oportunidade de gol no Allianz Parque foi criada pelo Libertad. Logo no começo da partida, lançado pela esquerda, Bareiro cabeceou para o meio. Inteligentemente, Ferreira tirou Gustavo Gomez no domínio e, dentro da área, finalizou para excelente defesa de Weverton.

O Palmeiras respondeu em grande estilo e conseguiu inaugurar o marcador aos 20 minutos do primeiro tempo. Raphael Veiga carregou pelo meio e acabou atrapalhado por Rony, que percebeu a chegada de Gustavo Scarpa e saiu da bola. De canhota, o meia chutou forte e rasteiro para abrir o placar.

O time alviverde teve uma chance de ampliar a vantagem ainda na etapa inicial. Em cobrança de escanteio pela esquerda, Scarpa levantou na área. Posicionado na primeira trave, Matias Viña cabeceou firme, mas o goleiro Martin Silva evitou o segundo do Palmeiras.

O inspirado Gustavo Scarpa foi o responsável pela primeira boa chegada do time da casa na etapa complementar. Ao cobrar falta que ele mesmo sofreu, pelo lado direito do gramado, o meia bateu direto para o gol e exigiu mais uma boa defesa do goleiro Martin Silva.

Aos 18 minutos, alertado pelo VAR, o árbitro Jesus Valenzuela viu chute de Piris em Raphael Veiga pelo monitor e decidiu expulsar o atleta do Libertad. Aos 22, pouco depois de Gabriel Veron desperdiçar grande chance, Marcos Rocha cruzou rasteiro da direita e Rony completou de carrinho para marcar o segundo do Palmeiras.

Em superioridade numérica, a equipe mandante levou perigo por meio de cabeçada de Willian, tomou um susto em recuo curto de Marcos Rocha e marcou o terceiro aos 36 minutos. Após rápida transição ofensiva, iniciada pelo goleiro Weverton, Scarpa cruzou da esquerda e Gabriel Menino conferiu diante de Martin Silva.

PALMEIRAS 3 x 0 LIBERTAD-PAR

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 15 de dezembro de 2020, terça-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Jesus Valenzuela (VEN)
Assistentes: Jorge Urrego (VEN) e Tulio Moreno (VEN)
VAR: Jhon Ospina (COL)
Cartões amarelos: Abel Ferreira (PAL); Adorno, Cáceres, Ferreira (LIB)
Cartão vermelho: Piris (LIB)
Gols:
PALMEIRAS: Gustavo Scarpa (20min do 1º Tempo), Rony (22min do 2º Tempo) e Gabriel Menino (36min do 2º Tempo)

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha (Mayke), Luan, Gustavo Gomez e Matías Viña; Danilo, Gabriel Menino e Raphael Veiga (Zé Rafael); Gustavo Scarpa (Breno Lopes), Gabriel Veron e Rony (Willian)
Técnico: Abel Ferreira

LIBERTAD: Martín Silva; Ramirez, Luis Cardozo, Adorno e Piris; Campuzano (Franco), Cáceres (Hugo Martinez), Bareiro (Villalba) e Espinoza; Ferreira (Enciso) e Adrian Martinez (Oscar Cardozo)
Técnico: Gustavo Morínigo

Fonte: Yahoo! – Foto: Staff Images / CONMEBOL

Scroll Up