Palmeiras vence o Bolívar na altitude de La Paz e segue 100% na Libertadores

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O Palmeiras retomou a disputa da Copa Libertadores de maneira bem-sucedida na noite desta quarta-feira. Com um golaço de Gabriel Menino, o time alviverde alviverde venceu o Bolívar por 2 a 1 e, apesar da altitude de La Paz, conseguiu manter os 100% de aproveitamento no torneio.

Com três vitórias em três rodadas, o Palmeiras contabiliza nove pontos ganhos e figura na liderança do Grupo B da Copa Libertadores. Bolívar e Guaraní têm os mesmos três pontos e o time paraguaio ainda entra em campo para encarar o Tigre na noite de quinta-feira.

Às 16 horas (de Brasília) deste domingo, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras volta a campo para encarar o Grêmio, em Porto Alegre. Pela quarta rodada da Copa Libertadores, às 21h30 da próxima quarta-feira, o rival é o Guaraní, no Estádio Defensores Del Chaco.

O Jogo – O Palmeiras conseguiu testar o goleiro Rojas logo nos primeiros minutos da partida disputada nos 3.640m de La Paz. Rony bateu da esquerda e o meia Raphael Veiga arriscou duas vezes de fora da área, com todos os chutes defendidos pelo arqueiro rival.

O Palmeiras inaugurou o marcador aos 33 minutos do primeiro tempo. Posicionado pela esquerda, Rony conseguiu alcançar lançamento de Marcos Rocha e sofreu pênalti de Jusino. Na cobrança, Willian bateu no canto direito de Rojas e colocou o time visitante em vantagem.

Durante o primeiro tempo, o Bolívar procurou se aproximar do gol adversário por meio de bolas cruzadas dentro da área, sem grande trabalho a Weverton. O time da casa chegou a subir com perigo pela direita, mas a arbitragem marcou impedimento de forma duvidosa.

O Bolívar atacou algumas vezes pelo lado esquerdo no começo do segundo, mas o Palmeiras conseguiu ampliar sua vantagem aos 14 minutos. Gabriel Menino recebeu de Rony e, da intermediária, bateu forte para marcar um golaço, no ângulo direito de Rojas.

A equipe boliviana diminuiu a diferença no marcador aos 21 minutos da etapa complementar. Em cobrança de escanteio pela direita, Saavedra levantou a bola dentro da área palmeirense. Gutierrez desviou na primeira trave e Riquelme, de cabeça, completou para dentro.

O Bolívar aumentou seu volume de jogo e, apostando nos cruzamentos, chegou a acuar o Palmeiras no campo de defesa. Com Vitor Hugo no lugar de Willian, o desgastado time alviverde sofreu nos minutos finais, mas conseguiu segurar a vitória. Nos acréscimos, em cobrança de falta, Gustavo Scarpa ainda certou o travessão.

BOLÍVAR 1 x 2 PALMEIRAS

Data: 16 de setembro de 2020, quarta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Local: Estádio Hernando Siles, em La Paz-BOL
Árbitro: Piero Maza (Chile)
Assistentes: José Retamal e Edson Cisternas (ambos do Chile)
Cartões amarelos: Gabriel Menino, Zé Rafael, Bruno Henrique e Danilo (PAL)
Gols:
BOLÍVAR: Riquelme, aos 21 minutos do 2º Tempo
PALMEIRAS: Willian, aos 33 minutos do 1º Tempo, Gabriel Menino, aos 14 minutos do 2º Tempo

BOLÍVAR: Javier Rojas; Bejarano, Jusino, Gutierrez e Jorge Flores; Oviedo, Christhian Machado (Rey), Saavedra (Anderson Emanuel) e Roberto Fernandez (Abrego); Arce, e Riquelme
Técnico: Claudio Vivas

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gomez e Matias Viña; Ramires (Bruno Henrique), Gabriel Menino, Zé Rafael (Gustavo Scarpa) e Raphael Veiga (Danilo); Rony (Gabriel Veron) e Willian (Vitor Hugo)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Fonte: Yahoo! – Foto: César Greco/Ag. Palmeiras

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes