Palmeiras rejeita investida do Ajax por Giovani

O Palmeiras recusou uma proposta do Ajax por Giovani, atacante de 18 anos campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Os valores não foram divulgados, mas a diretoria bate o pé pela permanência do jovem no clube.

Um dos destaques na conquista da Copinha, o habilidoso atacante canhoto já estava no radar do clube holandês, conhecido por buscar jovens no mercado brasileiro.

Giovani comemora gol pelo Palmeiras durante a final da Copinha — Foto: Fabio Menotti
Giovani comemora gol pelo Palmeiras durante a final da Copinha (Foto: Fabio Menotti/Ag. Palmeiras)

No início do ano, o Ajax vendeu David Neres para o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, por 15 milhões de euros (R$ 90,6 milhões).

A presidente Leila Pereira não quer negociar o garoto, que está no Verdão desde o sub-11. A dirigente avisou a pessoas próximas, quando soube do interesse europeu, que só venderia Giovani caso pagassem a multa rescisória, de 60 milhões de euros (R$ 362 milhões na cotação atual).

O Ajax não deve desistir e projeta fazer uma nova tentativa, mas terá de trabalhar para faz a cúpula palmeirense mudar de ideia. Neste momento, o clube está irredutível em manter o garoto.

No ano passado, Giovani assinou seu primeiro contrato profissional. Na quarta-feira, o Verdão registrou um outro vínculo no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, mais longo, com validade até 31 de dezembro de 2026.

Já havia um pré-acordo por este novo contrato para quando ele fizesse 18 anos de idade, completos no início de janeiro. O atacante recebeu um aumento salarial, também.

Apesar da pouca idade, Giovani já teve chances no profissional na temporada passada. Foram 14 partidas e um gol na equipe principal, inclusive com participação na campanha do título da Copa Libertadores.

Fonte: G1