20 de maio, 2024

Últimas:

Pai que deixou a filha de 3 anos sem comer por 40 dias é encontrado morto em Rio Claro

Anúncios

O homem de 36 anos, que deixou a filha de 3 anos cerca de 40 dias sem comer, foi encontrado morto na tarde desta segunda-feira (4), em Rio Claro (SP). A criança foi resgatada desnutrida em junho de 2023 e atualmente está com avó materna.

Na época ele chegou a ser preso por maus-tratos, mas foi solto em audiência de custódia. A causa da morte do homem, que não teve a identidade divulgada, é investigada pela Polícia Civil.

Anúncios

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que o corpo foi encontrado em avançado estado de decomposição em um condomínio no bairro Vila Operária. “A perícia foi acionada e o caso registrado como morte suspeita na Delegacia Seccional de Rio Claro”, informou a pasta.

A reportagem questionou a SSP sobre a investigação policial do caso de desnutrição da menina, mas não teve resposta. O Ministério Público pedia a prisão dele por tentativa de homicídio. A reportagem entrou em contato com o MP e aguarda posicionamento.

Anúncios

Criança de 3 anos é resgatada desnutrida em Rio Claro (Foto: Arquivo Pessoal)

Como a criança resgatada desnutrida está hoje?

A menina continua vivendo com a avó materna e o processo para a guarda definitiva está em andamento pela Vara da Infância e Juventude de Rio Claro.

“Infelizmente não é um processo rápido, porque existem várias etapas, inclusive estudos psicológicos e sociais e até mesmo nomeação de defensor dativo para o pai, tendo vista que o mesmo não se manifestou no processo, embora tenha sido intimado/citado”, disse ao g1 a advogada da avó, Alessandra Mendes da Silva.

A menina segue com acompanhamento psicológico, médico e frequenta escola regular. “Hoje ela está muito bem, graças a Deus. A avó é muito zelosa. É outra criança”, disse a advogada.

Relembre o caso

O Ministério Público apurava o caso depois que avó materna não conseguia mais contato com o pai para visitar a menina, em um condomínio no Jardim Portugal. A Justiça expediu um mandado permitindo a visita.

No dia 1º de junho de 2023, os oficiais de Justiça não conseguiram entrar na casa e voltaram no dia seguinte, acompanhados de guardas municipais e um representante do Conselho Tutelar e encontraram a criança debilitada.

Ela estava de fralda em uma cama, com desidratação e sinais de desnutrição, com ossos aparentes. Ela estava pesando 8 quilos. O local também estava sujo e não havia alimentos.

O pai também estava no local, também em estado de desnutrição. Ele disse que decidiu ficar sem alimentação até que ambos morressem. A mãe da criança já é falecida.

A criança teve acompanhamento de nutricionista, fisioterapeuta e psicóloga pela rede pública.

Fonte: G1

Talvez te interesse

Últimas

Crescimento do setor impulsiona seguradoras a inovarem para oferecer melhores benefícios e mais comodidades aos viajantes...

Categorias