Pai de gêmeos que perdeu esposa com Covid após parto em Botucatu, comemora 1º Dia dos Pais: ‘Orgulhoso’

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O primeiro Dia dos Pais do Diego Rodrigues, de Macatuba, não só é especial pelos presentinhos em dose dupla que ele recebeu no final de junho.

Pai de gêmeos, o jovem também se sente orgulhoso por criar os filhos recém-nascidos seguindo o que ele e a esposa, que morreu com Covid-19 após o parto, haviam planejado com a família completa.

“Tenho certeza que ela está feliz porque tudo o que a gente planejava eu estou seguindo. Tudo o que eu puder fazer pelos meninos eu vou fazer”, conta Diego.

Filhos gêmeos de grávida que morreu com Covid-19 após parto têm alta do hospital; casal é de Macatuba (SP) — Foto: Diego Rodrigues/Arquivo pessoal
Filhos gêmeos de grávida que morreu com Covid-19 após parto têm alta do hospital; casal é de Macatuba (SP) — Foto: Diego Rodrigues/Arquivo pessoal

Larissa Blanco, de 23 anos, estava de 35 semanas de gestação dos gêmeos Gustavo e Guilherme quando deu à luz em um hospital particular de Botucatu. Diagnosticada com coronavírus, a jovem não conseguiu conter uma hemorragia que teve após complicações no parto.

Pai de gêmeos que perdeu esposa com Covid após parto comemora 1º Dia dos Pais

Pai de gêmeos que perdeu esposa com Covid após parto comemora 1º Dia dos Pais

Os gêmeos testaram negativo para a Covid-19 e tiveram alta do hospital depois de uma semana internados, por terem nascido prematuros.

Em casa com o pai, os meninos tiraram uma foto vestidos com macacões do Palmeiras e a história comoveu torcedores e os próprios integrantes do time, que ganhou o Campeonato Paulista neste sábado (8).

Jovem cria os filhos Gustavo e Guilherme com ajuda da família em Macatuba (SP) — Foto: LHC Photo Studio/Divulgação
Jovem cria os filhos Gustavo e Guilherme com ajuda da família em Macatuba (SP) — Foto: LHC Photo Studio/Divulgação

Pouco mais de um mês depois, Diego reúne forças para lidar com a saudade da esposa e ser um bom pai para os meninos. Ele conseguiu uma licença de seis meses da empresa onde trabalha e, hoje, a rotina dele é voltada para os cuidados com os filhos.

“Eles são bem bonzinhos, mas agora eles começaram a ter cólica. De dia é mais tranquilo, mas quase toda noite eles têm. Então, minha mãe leva um dos bebês pra dormir com ela e o outro fica comigo porque, quando um chora, acorda o outro”, explica o pai.

Diego contou que tem ensaios planejados para os filhos até completarem 1 ano — Foto: LHC Photo Studio/Divulgação
Diego contou que tem ensaios planejados para os filhos até completarem 1 ano — Foto: LHC Photo Studio/Divulgação

Diego mora com os pais e a irmã. Ele contou que o apoio da família tem sido essencial para ajudá-lo a lidar com a saudade e a cuidar dos filhos.

Quando os meninos completaram um mês de vida, completou também um mês da morte da Larissa, mas a irmã dele comprou um bolo para não deixar a data passar em branco.

“Quando eu acordei, foi um dos piores dias. Acordei bem abalado, já tinha ido dormir com as lembranças. Mas depois eu comecei a pensar: ‘Não posso ficar triste porque é aniversário dos meus filhos'”, lembra Diego.

"Mêsversário" dos gêmeos teve direito a bolo temático do Bananas de Pijamas em Macatuba — Foto: Arquivo pessoal/Diego Rodrigues
“Mêsversário” dos gêmeos teve direito a bolo temático do Bananas de Pijamas em Macatuba — Foto: Arquivo pessoal/Diego Rodrigues

O “mêsversário” dos gêmeos teve direito a bolo temático do Bananas de Pijamas. Segundo Diego, ele e Larissa já tinham programado comemorar a data todos os meses, além de sempre fazer ensaios fotográficos para registrar o crescimento dos gêmeos.

“A Larissa ia querer que a gente fizesse isso porque a gente tinha combinado de fazer todo mês. Depois que eu fiz, tirei fotinho deles, melhorou. Decidi que não ia parar porque é uma data especial também”, declara o pai.

Diego conta que, mesmo antes dos gêmeos nascerem, ele homenageou a esposa no primeiro Dia das Mães dela e que fica emocionado só de pensar em celebrar seu primeiro Dia dos Pais.

O jovem ainda não planejou uma comemoração, mas admite que a vitória do Palmeiras no Paulistão na véspera do Dia dos Pais foi o melhor presente que ele poderia receber.

O torcedor já recebeu uma visita especial dos mascotes do time e um recado do Willian Bigode depois da foto dos gêmeos vestidos de alviverde. (Veja abaixo)

Pai e gêmeos que perderam a mãe com Covid-19 após o parto recebem homenagem do Palmeiras

Pai e gêmeos que perderam a mãe com Covid-19 após o parto recebem homenagem do Palmeiras

“Já tava pensando aqui que vai dar certinho a data porque vai ser no sábado. Não tem presente melhor, imagina? Meus bebês com pouco mais de um mês de vida já verem o Palmeiras ser campeão”, comemora o torcedor.

Rotina de cuidados

Além dos cuidados normais com recém-nascidos, Diego conta que ele e a família dobraram a atenção para evitar a disseminação da Covid-19. Ele também testou positivo para a doença na época em que sua esposa foi infectada e, agora, o foco principal é proteger os meninos.

“Eu e minha mãe só saímos se for necessário, mas minha irmã e meu pai já voltaram à rotina normal de trabalho. Então sempre que eles vão no quarto dos gêmeos, dar mamá ou trocar a fralda, eles colocam máscara e passam álcool em gel”, explica Diego.

Diego e a família tomam cuidados para proteger os gêmeos do coronavírus em Macatuba — Foto: Arquivo pessoal/Diego Rodrigues
Diego e a família tomam cuidados para proteger os gêmeos do coronavírus em Macatuba — Foto: Arquivo pessoal/Diego Rodrigues

Os pais de Larissa também costumam visitar os netos, mas seguindo essas regras de proteção. Segundo Diego, Gustavo e Guilherme são para eles lembranças da filha.

Para o pai em dose dupla, que foi deixado com o desafio de superar a perda da esposa e criar os filhos gêmeos em meio a uma pandemia, cada dia é uma vitória.

“Eu vejo que bastante gente me manda mensagem, fala que eu estou sendo exemplo, que as pessoas deveriam se inspirar por eu estar firme e forte. Eu estou feliz e orgulhoso por seguir a minha vida”, completa Diego.

Gêmeos Guilherme e Gustavo têm um mês e moram em Macatuba — Foto: LHC Photo Studio/Divulgação
Gêmeos Guilherme e Gustavo têm um mês e moram em Macatuba — Foto: LHC Photo Studio/Divulgação

G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes