Paçocas “recheadas” com celulares são apreendidas na Penitenciária de Bauru. Doces foram enviadas pela irmã de um preso

Agentes de segurança do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) II “Dr. Eduardo de Oliveira Vianna” de Bauru apreenderam, nesta quinta-feira (2), paçocas recheadas com dois minicelulares.

Os telefones móveis, que continham os chips, foram enviados à unidade prisional pela irmã do preso.  

A equipe flagrou os equipamentos durante inspeção em encomendas que chegam aos reeducandos, na presença do destinatário.

A direção do CPP II registrou boletim de ocorrência e instaurou procedimento interno para apurar o caso. 

Assessoria

Scroll Up