Oposição russa pede sanções a mulher apontada como amante de Putin; saiba quem é Alina Kabaeva

Opositores de Vladimir Putin pediram nesta semana que a comunidade internacional imponha sanções Alina Kabaeva, apontada como amante do presidente da Rússia.

Os Estados Unidos anunciaram na quarta-feira (6) mais uma rodada de sanções a pessoas próximas de Putin, em resposta à invasão da Ucrânia e ao ataque de civis em Bucha, na região de Kiev.

Desta vez, duas filhas do presidente russo foram alvo das sanções: Maria Putina e Katerina Tikhonovna. A suposta amante ficou de fora da lista – o que opositores denunciaram.

Putin olha para Kabaeva em foto de 2004 — Foto: TASS via AP
Putin olha para Kabaeva em foto de 2004 (Foto: TASS)

Relação escondida

A relação entre Kabaeva, que foi ginasta olímpica em sua juventude, e Putin, seria mantida sob segredo, segundo reportagens internacionais.

No entanto, é possível ver que Putin já demonstrou uma maior proximidade com ela, ao sorrir e conversar amigavelmente, em encontros públicos e eventos de Estado.

Em uma rede social, o principal opositor de Putin, Alexey Navalny, que está preso na Rússia após um envenenamento, pediu sanções contra Kabaeva.

Próxima do poder

Kabaeva se tornou, mais recentemente, deputada da Duma (Parlamento russo) antes de assumir um alto cargo no conselho de uma estatal de mídia, que apoia a guerra na Ucrânia.

Reportagens de tabloides britânicos registraram que foto e nome de Kabaeva desapareceram do site do National Media Group nesta semana, ao mesmo tempo que sanções se aproximavam de Putin.

O ativista anticorrupção Georgiy Alburov também cobrou das autoridades internacionais medidas contra Kabaeva.

Ela não escapou, ainda

A agência americana Associated Press reportou, com base em informações de um alto funcionário do governo americano, que sanções contra a suposta amante “ainda são uma opção”.

Ele teria dito ainda que mais sanções a membros da elite russa, próximos a Putin, e seus familiares poderão ser possíveis alvos.

Segundo opositores, Kabaeva moraria fora da Rússia, na Suíça, com seu filho – eles pedem também que ela seja deportada.

Fonte: Yahoo!