O que é a ‘lua negra’, que vai facilitar observação do céu neste sábado

Os amantes da astronomia estarão atentos ao céu.

Na noite deste sábado (30/4), haverá uma “lua negra”.

Esse fenômeno ocorre com pouca frequência, menos de uma vez por ano.

Mas o que é a lua negra? Como ela se manifesta? E poderemos vê-la?

‘Lua Negra’ ocorre com pouca frequência, menos de uma vez por ano (Foto: Reprodução/BBC)

Para começar, é importante esclarecer: lua negra não é um termo oficialmente reconhecido pelos astrônomos.

A Lua passa por um ciclo de fases, sendo as principais: nova, crescente, cheia e minguante.

Fases da Lua
Lua passa por um ciclo de fases, sendo as principais: nova, crescente, cheia e minguante (Foto: Reprodução/BBC)

Fases da lua

Geralmente, nosso satélite leva 29 dias para completar o ciclo.

Quando a parte da Lua voltada para a Terra não é iluminada pelo Sol, há uma lua nova.

Então, o astro parece desaparecer completamente da nossa visão.

Isso obviamente acontece a cada 29 dias. Mas a cada ano e alguns meses, duas novas luas são observadas no mesmo mês do calendário, e a segunda é conhecida como lua negra.

Mulher observa estrelas com telescópio
Luas negras oferecem oportunidade perfeita para observadores espaciais, pois, devido à ausência de luz, os céus ficam mais escuros (Foto: Reprodução/BBC)

Como a Lua perde completamente sua iluminação, será impossível observá-la no sábado.

Então, por que dizemos que os astrônomos estarão observando o céu naquela noite?

As luas negras oferecem uma oportunidade perfeita para os observadores espaciais, pois, devido à ausência de luz, os céus ficam mais escuros.

Isso facilita a observação de estrelas, constelações e objetos no espaço profundo, como aglomerados de estrelas e galáxias.

Existem também algumas superstições em torno da lua negra.

Alguns acreditam que o fenômeno anuncia um momento especial, quando os desejos se tornam realidade e os feitiços fazem efeito.

Para outros, significa que o mundo vai acabar. Felizmente, até agora eles estão errados em suas previsões.

Fonte: BBC