O erro mais comum que cometemos ao sentar – e como consertá-lo

Eu não costumo passar muito tempo sentada no meu trabalho — gravar um programa de televisão envolve muito mais tempo em pé — mas a maioria das pessoas passam o dia todo sentadas em suas mesas, pelo menos cinco dias por semana. Todo esse tempo sentado se acumula, e a tendência é que ele nos cause problemas, se não fizermos nada a respeito.

Todos estamos familiarizados com as dores que sentimos no pescoço, nos ombros e nas costas, quando ficamos sentados por um longo período de tempo, mas estes não são os únicos músculos que sofrem. Estudos mostram que o hábito de passar muito tempo sentado aumenta o risco de ter síndrome metabólica, ataques cardíacos e derrames, além de poder contribuir para o ganho de peso.

Conversei com a Dra. Denise Vuich, minha quiropraxista, para saber mais sobre por que é tão importante sentar com a postura correta e como combater os efeitos de permanecer sentado tempo demais.

Giada Weekly: Qual é a maneira certa de sentar no trabalho?

Denise Vuich: Seu corpo deve estar encostado na parte de trás do assento, com as suas costas descansando contra o encosto da cadeira. Os pés devem estar fixados no chão e, dentro do possível, sua postura deve estar reta, como se um balão de gás hélio estivesse amarrado ao topo da sua cabeça, elevando-o suavemente. Pense em alinhar as orelhas com os ombros, os ombros com os quadris, e os quadris com os joelhos e tornozelos.

GW: Quais são os erros mais comuns que cometemos ao sentar?

DV: É muito comum que as pessoas que sentam em um escritório por longos períodos de tempo inclinem-se para frente, curvando os ombros e mantendo a cabeça também inclinada para frente.

GW: Por que esta posição é ruim?

DV: É comum que as pessoas tenham dores no pescoço, nos ombros e na parte inferior das costas devido ao movimento constante em direção à mesa ou ao teclado do computador. Esta posição também pode prejudicar a saúde da coluna; com o tempo, a postura e o alinhamento errados podem criar mudanças nas curvaturas da coluna em três regiões: cervical, torácica e lombar. Ela também pode provocar dores de cabeça e fadiga, alterar a forma como digerimos os alimentos e afetar a nossa habilidade de respirar profundamente e oxigenar nossos corpos.

GW: Existe alguma outra armadilha postural?

DV: Bolsas e maletas completamente cheias e carregadas em um ombro ou com o peso em um só lado, podem causar um desequilíbrio no corpo. Para as crianças, as mochilas e bolsas com livros representam um problema enorme, já que a maioria dos estudantes carrega peso demais diariamente, e isso afeta muito a saúde da coluna vertebral.

GW: Qual é a sua opinião sobre mesas nas quais se trabalha em pé?

DV: A maioria das lesões relacionadas à postura errada ocorre devido à posição em que ficamos sentados enquanto olhamos para a tela do computador. Mesas nas quais se trabalha em pé poupam o pescoço e as costas de lesões por sobrecarga. No entanto, preciso lembrar que passar o dia todo em pé, também não é a solução! Ficar em pé durante períodos prolongados de tempo, pode causar problemas, especialmente se o sapato não oferecer o suporte e o amortecimento necessários. A lesão mais comum relacionada ao ato de estar em pé também ocorre devido à má postura: cabeça inclinada para frente, ombros curvados e região inferior das costas sem apoio por deixar o abdômen relaxar.

GW: O que podemos fazer para combater a má postura e as dores?

DV: Movimentar-se deve ser uma prioridade para todos os que trabalham sentados. Para cada hora sentado você deve andar ou ficar em pé por um período entre 5 e 10 minutos. Isso não apenas ajuda a melhorar a postura, mas também favorece a circulação sanguínea e reduz a fadiga. (Aliás, existe um aplicativo para nos avisar que o momento de levantar da cadeira chegou. Ele se chama Stand e apita de hora em hora!)

Um outro truque para usar enquanto estiver sentado, é apoiar as mãos nos braços da cadeira para empurrar o corpo para cima, alongando a coluna.

GW: Há algum tipo de exercício que podemos fazer?

DV: Sim! A dica mais importante para manter a postura correta é fortalecer todos os músculos associados à coluna e às extremidades. A prancha (usando como apoio os antebraços e não as mãos) é o melhor exercício para fortalecer braços, costas, tronco (core) e pernas. Outra postura é a do “cachorro olhando para baixo”; ela alonga as pernas e a coluna, ajudando a fortalecer tanto a parte superior do corpo quanto as costas e o core. A terceira postura que eu recomendo é a do “cachorro olhando para cima”, mas em vez de levantar e curvar as costas com as mãos apoiadas no chão, use os antebraços para reduzir a chance de alongar excessivamente ou causar lesões na parte inferior das costas.

A Dra. Denise Vuich atua como quiropraxista em Los Angeles. Ela é graduada pela Penn State University e fez doutorado na New York Chiropractic. Ela também é presidente e diretora executiva da Vuich Vendor Services.

Fonte: Yahoo

Scroll Up