Nutricionista explica tudo sobre ovo: pode comer a gema? Quantas por dia? Veja

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Nas últimas décadas, surgiu uma polêmica sobre o ovo: é bom ou não? Aumenta o colesterol ruim? Na verdade, o que a ciência acreditava anteriormente era que a gema do ovo aumentava o colesterol ruim nos humanos. Porém, descobriu-se que o colesterol também é produzido no nosso organismo de forma usual, fisiológica e que apenas uma pequena parcela vinda da alimentação atinge de fato nosso colesterol circulante. Isso significa que o consumo do ovo não necessariamente irá aumentar nossos níveis sanguíneos desta substância.

A forma como o ovo é preparado faz toda a diferença. Consumi-lo cozido é uma boa alternativa

A hipercolesterolemia (colesterol alto) familiar é a grande responsável pelos problemas de saúde relacionados com o aumento do colesterol ruim e não o ovo. Sendo assim, o consumo do ovo deve ser estimulado, pois ele é um alimento completo, rico em proteína de alto valor biológico, vitaminas e minerais diversos. Estudos recentes mostram que o consumo de até quatro ovos cozidos por dia não traz malefícios à saúde. Muito pelo contrário, traz muitos benefícios como: melhora do sistema imune, melhora da função cerebral, visão, pele, cabelo e unhas, retarda o envelhecimento celular, combate radicais livres e ainda promove saciedade, sendo indicado para pessoas que sentem muita fome durante o dia.

Mas, cuidado. A forma como o ovo é preparado faz toda a diferença! Fritar o ovo é o grande erro da população. Prefira consumi-lo cozido, à pochè, “frito na água” ou até mesmo “frito” em uma frigideira anti-aderente, sem água, sem óleo, apenas o ovo. Fica uma delícia e muito nutritivo! Você ainda pode acrescentar orégano para dar um toque especial.

Fonte: Bolsa de Mulher

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes